Busca avançada
Ano de início
Entree

Subsídios para o manejo da invasão biológica de uma palmeira em áreas de Mata Atlântica

Processo: 08/56015-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Vânia Regina Pivello
Beneficiário:Ana Luisa Tondin Mengardo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Manejo ambiental   Invasão biológica   Germinação   Alelopatia   Euterpe edulis   Palmeiras   Mata Atlântica

Resumo

As crises de extinções da biota mundial têm como principal fator agravante as ações antrópicas, tanto a destruição direta de habitats naturais quanto formas mais indiretas, como a introdução de espécies exóticas. Os fragmentos florestais, resultantes dessas ações, ainda retêm grande importância, principalmente em áreas urbanas, porém são mais vulneráveis que florestas contínuas. Fragmentos pequenos são mais suscetíveis a perturbações, como invasões biológicas, que raramente não causam prejuízos ao ambiente no qual ocorrem. A palmeira australiana Archontophoenix cunninghamiana H. Wendl. & Drude foi introduzida no Brasil para fins ornamentais, porém, o estabelecimento dessa espécie em locais como a Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira (CUASO-São Paulo, SP) foi acompanhado por um processo de invasão biológica, nesse caso, na Reserva Florestal que se encontra no interior do campus. Essa espécie invasora integrou-se com cadeias de polinização e dispersão já existentes na comunidade nativa, modificando a composição vegetal e trazendo prejuízos à manutenção natural do habitat. Euterpe edulis Mart., o palmiteiro, é nativo da Mata Atlântica, sendo considerado espécie-chave por sua importância como recurso alimentar à fauna, mas encontra-se localmente extinto em diversas regiões onde antes ocorria, como é o caso na Reserva. Pensando num manejo que vise a substituição da espécie exótica invasora pela nativa extinta na mata da CUASO, este projeto tem como objetivo comparar os processos demográficos iniciais dessas palmeiras (E. edulis e A. cunninghamiana), na Reserva Florestal da CUASO. Isso será feito com monitoramento e tratamento de 150 parcelas de 2x1 metros na=área da Reserva, além de testes de viabilidade, germinação e alelopatia das sementes em laboratório. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MENGARDO, ANA L. T.; FIGUEIREDO, CRISTIANO L.; TAMBOSI, LEANDRO R.; PIVELLO, VANIA R.. Comparing the establishment of an invasive and an endemic palm species in the Atlantic rainforest. Plant Ecology & Diversity, v. 5, n. 3, p. 345-354, . (08/56015-8)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MENGARDO, Ana Luisa Tondin. Subsídios para o manejo da invasão biológica de uma palmeira em áreas de Mata Atlântica. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências (IBIOC/SB) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.