Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento da acuidade visual e sensibilidade ao contraste em recém-nascidos pequenos para a idade gestacional medido por potenciais visuais evocados de varredura

Processo: 08/56447-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Pesquisador responsável:Marcelo Fernandes da Costa
Beneficiário:Valtenice de Cássia Rodrigues de Matos França
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Acuidade visual   Potencial evocado visual

Resumo

O presente estudo avaliará o desenvolvimento da Acuidade Visual (AV) de resolução de grades e Sensibilidade ao Contraste (SC) de recém-nascidos pequenos para a idade gestacional - PIG (desnutrição intra-uterina) e adequados para a idade gestacional - AIG que serão distribuídos em três faixas etárias: 5-8 semanas, 14-16 semanas e 30-40 semanas. Utilizaremos a técnica eletrofisiológica do Potencial Visual Evocado de Varredura (PVEv) para grades senoidais acromáticas de padrão reverso com a freqüência temporal de 6 Hz geradas pelo sistema Power Diva (Norcia &Tyler, 1985). O eletro encefalograma será registrado por três eletrodos ativos sobre a área occipital (O1, Oz e O2), cada um estará relacionado ao eletrodo de referência (Cz) no vertex. O eletrodo terra será fixado sobre a área parietal. Apresentaremos os estímulos em um monitor de vídeo monocromático de 21 polegadas com luminância média de 161,13 cd/m2. Durante a avaliação da AV, uma seqüência de dez freqüências espaciais, designada varredura, será apresentada na razão de uma freqüência por segundo. O contraste será mantido fixo com nível de 80%. Durante o teste de SC, a freqüência espacial será mantida fixa e varreremos dez níveis de contraste que serão apresentados na razão de um nível por segundo. A seleção das freqüências espaciais e níveis de contraste será específica para cada faixa etária e se baseará nos estudos de Norcia e Tyler (1985) e Norcia et al. (1990). Realizaremos, para cada bebê, no mínimo, cinco varreduras com boa razão sinal/ruído (>3:1), fase constante e critério estatístico que comporão a média, para cada função visual. O Power Diva calculará automaticamente o limiar de AV e SC baseado na média das respostas. Consideraremos para as análises estatísticas o eletrodo ativo que registrar o melhor limiar de AV e SC. Os dados serão tratados por análises estatísticas detalhadas diversas (descritiva, comparações, correlações) e análises multivariadas (análise de componentes principais e outras). (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FRANÇA, Valtenice de Cássia Rodrigues de Matos. Desenvolvimento da acuidade visual e sensibilidade ao contraste em recém-nascidos pequenos para a idade gestacional por potenciais visuais evocados de varredura. 2012. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Psicologia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.