Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da taxa de filtração glomerular e excreção fracionada de eletrólitos de cães com insuficiência renal crônica tratados com dimetilsulfóxido (DMSO)

Processo: 08/56380-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Marileda Bonafim Carvalho
Beneficiário:Leandro Zuccolotto Crivellenti
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Taxa de filtração glomerular   Função renal   Cães

Resumo

A insuficiência renal crônica (IRC), principal afecção renal dos cães, caracterizada principalmente por ser um processo progressivo e por representar a perda de mais de três quartos da função renal, culmina em prejuízo das funções excretora e concentradora dos rins, reduzindo a filtração glomerular e acarretando aumento nas concentrações plasmáticas de substâncias normalmente eliminadas do corpo. Ultimamente, grande parte do conhecimento adquirido na área dê nefrologia veterinária advém de um processo continuado na busca de terapias alternativas à postulada fluidoterapia parenteral, como forma de retardar a progressão da doença. Sendo o dimetilsulfóxido (DMSO) uma substância orgânica, segura, que apresenta várias funções terapêuticas, dentre elas a capacidade de aumentar a taxa de filtração glomerular em cães sadios, propõe-se com o presente ensaio estudar os efeitos do DMSO, agente amplamente empregado com escopo principal de avaliar sua ação em cães com insuficiência renal crônica por meio do monitoramento da taxa de filtração glomerular, excreção fracionada de eletrólitos, osmolalidade urinaria e sérica, além de outros parâmetros como a ingestão hídrica, produção urinaria, hemograma e bioquímica sérica e urinaria Para tanto serão utilizados 20 cães com diagnóstico clínico-laboratorial de IRC tratados com seis aplicações subseqüentes de DMSO a 10 % pela via intravascular, advindos do setor de Nefrologia e Urologia do Hospital Veterinário Governador Laudo Natel da UNESP, Jaboticabal. (AU)