Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de populações naturais de Rhizophora mangle, Rhizophora racemosa e de Rhizophora x harrisonii (Rhizophoraceae) de manguezais do litoral norte brasileiro e análise de zona de hibridação utilizando marcadores microssatélites

Processo: 08/56404-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Anete Pereira de Souza
Beneficiário:Patrícia Mara Francisco
Instituição-sede: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Polimorfismo genético   Rhizophora   Hibridação vegetal   Repetições de microssatélites   Manguezais   Brasil

Resumo

Manguezais são habitats heterogêneos com uma variedade incomum de animais e plantas adaptados às condições de alta salinidade, inundações frequentes e solo lodoso e anaeróbico. Ocorrem em locais onde há o encontro de águas de rios com a do mar, ou diretamente exposto à linha da costa. Os manguezais servem de proteção contra erosão, tormentas e inundações, atuam como filtros contra poluentes, estabilizam sedimentos e são locais de alimentação e de reprodução, podendo inclusive ser considerados berçários para diversas espécies de peixes e crustáceos. Apesar de todos os benefícios trazidos pelos manguezais, as atividades humanas já destruíram 35% dessas florestas no mundo nas últimas duas décadas. A diversidade de plantas de mangue é muito reduzida, quando comparada com outros ecossistemas tropicais. O Brasil possui a segunda maior área de manguezal do mundo e apresenta três gêneros de angiospermas de mangue. Um deles é Rhizophora, composto pelas espécies Rhizophora mangle, Rhizophora racemosa e, um possível híbrido, Rhizophora x harrisonii. Ainda não existem estudos sobre a dinâmica das populações dessas plantas do litoral brasileiro, o que seria de extrema importância para projetos de conservação e reflorestamento. Portanto, o objetivo desse projeto é isolar e caracterizar locos microssatélites para essas espécies e estimar parâmetros populacionais como fluxo gênico, estruturação populacional, diversidade gênica e tamanho efetivo de população, além de estudar outros aspectos da biologia de Rhizophora, como a origem da espécie R. x harrisonii, sistema reprodutivo e taxa de cruzamento das 3 espécies. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRANCISCO, PATRICIA M.; TAMBARUSSI, V, EVANDRO; ALVES, FABIO DE M.; BAJAY, STEPHANIE; CIAMPI-GUILLARDI, MAISA; SOUZA, ANETE P. GENETIC DIVERSITY AND MATING SYSTEM OF Rhizophora mangle L. (RHIZOPHORACEAE) IN NORTHERN BRAZIL REVEALED BY MICROSATELLITE ANALYSIS. Cerne, v. 24, n. 4, p. 295-302, OCT-DEC 2018. Citações Web of Science: 0.
FRANCISCO, PATRICIA M.; MORI, GUSTAVO M.; ALVES, FABIO M.; TAMBARUSSI, EVANDRO V.; DE SOUZA, ANETE P. Population genetic structure, introgression, and hybridization in the genus Rhizophora along the Brazilian coast. ECOLOGY AND EVOLUTION, v. 8, n. 6, p. 3491-3504, MAR 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.