Busca avançada
Ano de início
Entree

Resposta de Gracilariopsis tenuifrons (Gracilariales, Rhodophyta) a estímulos de irradiância in vitro

Processo: 10/06732-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica
Pesquisador responsável:Fanly Fungyi Chow Ho
Beneficiário:Daniele Ramalho Serra
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Macroalgas   Compostos fenólicos   Óxido nítrico   Antioxidantes

Resumo

A luz visível corresponde ao intervalo de comprimentos de onda entre 400 e 700nm, que é a faixa realmente utilizada na fotossíntese e denominada radiação fotossinteticamente ativa, do inglês PAR (Photosynthetic Active Radiation). A irradiância é um dos principais fatores abióticos que influencia crescimento, desenvolvimento, reprodução distribuição e sazonalidade de macroalgas, incluindo alterações na eficiência fotossintetizante, adaptação e performance de aclimatação. Em consequência da irradiâcia excessiva há o aumento da taxa fotossintetizante, liberação demasiada de energia e produção de radicais livres. A produção desenfreada e o acúmulo destes radicais nas células ocorrem sob diversas condições de estresse. Sob estas condições macroalgas exibem estabilidade metabólica e não apresentam danos oxidativos evidentes em seus componentes estruturais, o que sugere que suas células possuem sistemas de defesa antioxidante ativos e eficientes. Estudos dessa natureza ainda são escassos para as macroalgas tropicais, portanto com esta proposta pretende-se: 1. avaliar e estabelecer os protocolos de análise de atividade antioxidante total; 2. analisar e estabelecer o protocolo de análise de compostos fenólicos totais; 3. avaliar e estabelecer o protocolo para a quantificação da produção de óxido nítrico e 4.verificar em laboratório a taxa de crescimento, o teor de pigmentos fotossintetizantes, a quantidade de proteínas solúveis totais, a atividade antioxidante total, a quantidade de compostos fenólicos totais e a produção de óxido nítrico de Gracilariopsis tenuifrons submetida a diferentes regimes de irradiância. Assim sendo, esta proposta compõe o projeto maior (FAPESP, Processo N°. 10/02948-3) denominado "Fisiologia integrativa de macroalgas: estudo exploratório da biodiversidade química". As informações que serão obtidas a partir deste trabalho permeiam diversas áreas do conhecimento relacionadas às algas marinhas, portanto poderão auxiliar com respostas e/ou levantar questões para novas pesquisas. Assim sendo, as análises da atividade antioxidante poderão contribuir com o melhoramento e/ou expansão da utilização de produtos provenientes de algas na indústria alimentícia, médica, farmacêutica e cosmética. Já os aspectos fisiológicos poderão influir para o aperfeiçoamento da produção de algas, além de fornecer esclarecimentos sobre o comportamento do óxido nítrico nas macroalgas. Aspectos fisiológicos e bioquímicos relacionados às condições de estresse em macroalgas marinhas são pouco abordados no Brasil, sendo este estudo pioneiro no que se refere à produção de NO nestes organismos.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SERRA, Daniele Ramalho. Resposta de Gracilariopsis tenuifrons (Gracilariales - Rhodophyta) a estímulos de irradiância in vitro. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.