Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações cromossômicas estruturais e evolução cariotípica em Astyanax fasciatus (Teleostei, Characiformes, Characidae)

Processo: 08/57067-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Fausto Foresti
Beneficiário:Maressa Ferreira Neto
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Characiformes   Cromossomos B   Mapeamento cromossômico   Astyanax   Cariótipo

Resumo

Estudos citogenéticos anteriores realizados em exemplares de peixes da espécie Astyanax scabripinnis, pertencente à família Characidae, provenientes do Ribeirão Água da Madalena, região de Botucatu (SP), demonstraram a ocorrência de três diferentes citótipos, com exemplares portando números diplóides de 2n=46, 48 e 50 cromossomos. O fato destes indivíduos serem simpátricos e sintópicos parece confirmar a hipótese de que A. scabripinis representa um complexo de espécies e que importantes modificações cariotípicas estariam ocorrendo nestas populações, determinando o estabelecimento de processos de diversificação cromossômica que poderia levar à especiação no grupo. O presente projeto tem, pois, por objetivo, realizar um mapeamento cromossômico comparativo em indivíduos componentes de diferentes populações de Astyanax scabripinnis, principalmente da localidade de ocorrência sintópica dos citótipos descritos, utilizando técnicas citogenéticas básicas e moleculares envolvendo marcadores morfológicos e estruturais dos cromossomos. Como modificações estruturais e numéricas dos caríótipos têm sido observadas entre os componentes deste complexo de espécies, a análise do comportamento de regiões específicas do genoma poderá proporcionar informações importantes para a compreensão dos mecanismos de diversificação ocorridos. Assim, pretende-se identificar os processos citoiógicos e moleculares que determinam a diferenciação cariotípica e os padrões que governam a evolução cromossômica na espécie. Considera-se que tais informações poderão contribuir para a compreensão dos mecanismos envolvidos na história da diversificação deste grupo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANTOS, NATALIA M.; FERREIRA-NETO, MARESSA; ARTONI, ROBERTO F.; VICARI, MARCELO R.; BAKKALI, MOHAMMED; DE OLIVEIRA, CLAUDIO; FORESTI, FAUSTO. A comparative structural cytogenetic study in three allopatric populations of Astyanax scabripinnis (Teleostei: Characidae). Zoologia, v. 29, n. 2, p. 159-166, APR 2012. Citações Web of Science: 5.
FERREIRA-NETO, MARESSA; ARTONI, ROBERTO FERREIRA; VICARI, MARCELO RICARDO; MOREIRA-FILHO, ORLANDO; MARTINEZ CAMACHO, JUAN PEDRO; BAKKALI, MOHAMMED; DE OLIVEIRA, CLAUDIO; FORESTI, FAUSTO. Three sympatric karyomorphs in the fish Astyanax fasciatus (Teleostei, Characidae) do not seem to hybridize in natural populations. COMPARATIVE CYTOGENETICS, v. 6, n. 1, p. 29-40, 2012. Citações Web of Science: 14.
MACHADO, SANTOS NATALIA; FERREIRA-NETO, MARESSA; BAKKALI, MOHAMMED; VICARI, MARCELO RICARDO; ARTONI, ROBERTO FERREIRA; DE OLIVEIRA, CLAUDIO; FORESTI, FAUSTO. Natural triploidy and B chromosomes in Astyanax scabripinnis (Characiformes, Characidae): a new occurrence. Caryologia, v. 65, n. 1, p. 40-46, 2012. Citações Web of Science: 8.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NETO, Maressa Ferreira. Alterações cromossômicas estruturais e evolução caritotípica em Astyanax fasciatus (Teleostei, Characiformes, Characidae). 2012. 83 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho". Instituto de Biociências de Botucatu..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.