Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos antinociceptivos, cardiorrespiratórios e gastrointestinais do tramodol associado ou não a detomidina em equinos

Processo: 08/56362-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Stelio Pacca Loureiro Luna
Beneficiário:Wangles Pignaton de Paula
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Analgesia   Analgésicos opioides   Equinos

Resumo

Os opióides são os principais recursos terapêuticos no controle da dor. Entretanto, estes fármacos são pouco empregados na espécie eqüina, uma vez que estes animais são predispostos a apresentar efeitos colaterais indesejáveis como excitação e hipomotilidade intestinal. O tramadol pode ser uma alternativa viável aos opióides tradicionalmente empregados (butorfanol e morfina) em eqüinos. Objetiva-se com este estudo avaliar os efeitos antinociceptivos, cardiorrespiratórios e gastrointestinais do tramadol, associado ou não à detomidina. Serão utilizados seis cavalos adultos (machos e fêmeas) da raça Árabe, com peso variando entre 350 e 450 kg, em um delineamento prospectivo aleatório. O estudo será realizado em duas fases: 1) avaliação dos efeitos antinociceptivos dos fármacos; 2) avaliação cardiorrespiratória e gastrointestinal. Haverá um intervalo de um mês entre cada etapa. Em cada uma delas, todos os animais receberão os quatro tratamentos, aguardando-se pelo menos uma semana entre eles, administrados pela via intravenosa: tramadol (1,0 mg/kg), detomidina (10 μg/kg), tramadol associado à detomidina (1,0 mg/kg e 10 μg/kg, respectivamente) ou solução de NaCl a 0,9% (placebo). A avaliação dos efeitos antinociceptivos (fase 1), realizada por meio da determinação dos limiares nociceptivos em resposta à estimulação térmica e elétrica, ocorrerá imediatamente antes da administração dos fármacos (valores basais) e após 15, 30, 60 minutos e a cada hora até completar 12 horas após a administração dos tratamentos. Na fase 2, serão estudados os efeitos cardiovasculares (eletrocardiografia, freqüência cardíaca, e pressão arterial sistólica, média e diastólica), respiratórios (freqüência respiratória e hemogasometria arterial) e gastrointestinais dos tratamentos acima mencionados. Os efeitos dos fármacos sobre a motilidade gastrointestinal serão avaliados por meio de escores de auscultação, determinados por um indivíduo não ciente ao tratamento. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PIGNATON, WANGLES; LOUREIRO LUNA, STELIO PACCA; TEIXEIRA NETO, FRANCISCO JOSE; DE OLIVEIRA, FLAVIA AUGUSTA; DE CASTRO NETO, EDUARDO FERREIRA; NAFFAH-MAZZACORATTI, MARIA DA GRACA; GOZALO-MARCILLA, MIGUEL. Methadone Increases and Prolongs Detomidine-Induced Arterial Hypertension in Horses, but These Effects Are Not Mediated by Increased Plasma Concentrations of Arginine Vasopressin or Serum Concentrations of Catecholamines. Journal of Equine Veterinary Science, v. 37, p. 39-45, FEB 2016. Citações Web of Science: 0.
DE OLIVEIRA, FLAVIA A.; PIGNATON, WANGLES; TEIXEIRA-NETO, FRANCISCO J.; DE QUEIROZ-NETO, ANTONIO; PUOLI-FILHO, JOSE N. P.; SCOGNAMILLO, MARCIA V. R.; VIVEIROS, BRUNO M.; LUNA, STELIO P. L. Antinociceptive and Behavioral Effects of Methadone Alone or in Combination with Detomidine in Conscious Horses. Journal of Equine Veterinary Science, v. 34, n. 3, p. 380-386, MAR 2014. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.