Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações de neurodesenvolvimento avaliadas por meio de ressonância magnética estrutural em pacientes em primeiro surto psicótico e em epilepsia

Processo: 08/57847-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:José Alexandre de Souza Crippa
Beneficiário:Clarissa Maria Ferreira Trzesniak
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Esquizofrenia   Epilepsia   Neuroimagem

Resumo

Dentre as hipóteses para manifestação dos transtornos psicóticos e epilepsia, destaca-se a de alterações do neuro desenvolvimento. Duas dessas alterações são o cavum septum pellucidum (CSP) e a não-adesão intertalâmica (AI). Na esquizofrenia e outros transtornos psicóticos, pesquisas com ressonância magnética (RM) têm investigado o CSP e a não-AI. Os resultados têm sido bastante conflitantes, provavelmente devido à falta de padronização nos métodos de aquisição e seleção da amostra. Para minimizar esses achados contraditórios, trabalhos recentes têm empregado métodos mais quantitativos para análise de CSP e AI. Porém, não há estudos que tenham realizado seleção criteriosa da amostra, tais como pesquisas populacionais. Na epilepsia, é escasso o número de trabalhos que analisaram essas alterações. Em relação ao CSP, não existem estudos que avaliem prevalência, tamanho e volume da cavidade em pacientes comparados a controles. Quanto à AI, apenas uma pesquisa avaliou sua prevalência em pacientes epilépticos versus voluntários sadios; todavia, sem utilização de técnicas quantitativas de mensuração. Dessa forma, os objetivos do presente projeto são: 1) avaliar, por meio de RM estrutural, o CSP e a não-AI em esquizofrenia e outras psicoses, realizando o primeiro estudo de base populacional com intuito de examinar essas alterações. A amostra será composta por indivíduos em primeiro surto psicótico (n=122) e controles saudáveis (n=94), os quais serão reavaliados longitudinalmente; 2) investigar o CSP e a não-AI em epilepsia. Para tanto, serão selecionados 200 pacientes com epilepsia do lobo temporal mesial e 100 respectivos controles. Em ambos os estudos, serão avaliadas prevalência e comprimento do CSP, bem como o volume da cavidade. Adicionalmente, pretende-se realizar a volumetria do hipocampo a fim de correlacioná-la ao comprimento e volume do CSP. Com referência à AI, será avaliada sua prevalência e quantificado seu comprimento. Será também quantificado o volume do tálamo para correlacioná-lo ao comprimento da AI. Da mesma forma, as medidas de CSP e Al serão correlacionadas com variáveis clínicas neuropsicológicas e demográficas Por fim pretende-se avaliar todas as imagens qualitativamente. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TRZESNIAK, CLARISSA; LINARES, ILA M.; COIMBRA, ERICA R.; VERIANO JUNIOR, ALEXANDRE; VELASCO, TONICARLO R.; SANTOS, ANTONIO C.; HALLAK, JAIME E.; SAKAMOTO, AMERICO C.; BUSATTO, GERALDO F.; CRIPPA, JOSE A. Adhesio interthalamica and cavum septum pellucidum in mesial temporal lobe epilepsy. BRAIN IMAGING AND BEHAVIOR, v. 10, n. 3, p. 849-856, SEP 2016. Citações Web of Science: 1.
TRZESNIAK, C.; SCHAUFELBERGER, M. S.; DURAN, F. L. S.; SANTOS, L. C.; ROSA, P. G. P.; MCGUIRE, P. K.; MURRAY, R. M.; SCAZUFCA, M.; MENEZES, P. R.; HALLAK, J. E. C.; CRIPPA, J. A. S.; BUSATTO, G. F. Longitudinal follow-up of cavum septum pellucidum and adhesio interthalamica alterations in first-episode psychosis: a population-based MRI study. PSYCHOLOGICAL MEDICINE, v. 42, n. 12, p. 2523-2534, DEC 2012. Citações Web of Science: 19.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.