Busca avançada
Ano de início
Entree

Influencia da variacao na disponibilidade de nitrogenio nos ajustes morfo-fisiologicos de duas fisionomias de restinga da regiao sudeste do brasil

Processo: 08/58234-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luiz Antonio Martinelli
Beneficiário:Sílvia Fernanda Mardegan
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Isótopos estáveis   Nitrogênio

Resumo

As restingas são formações vegetais que ocorrem entre a Floresta Tropical Atlântica e o oceano Atlântico. O chamado "complexo de restinga" abrange uma série de formações vegetais distintas, cuja manutenção é influenciada por várias condições ambientais adversas, incluindo a baixa disponibilidade de nutrientes. O suprimento de nitrogênio é fator ecologicamente limitante na determinação tanto do desempenho quanto na distribuição ecológica e geográfica de indivíduos, uma vez que está diretamente relacionado com a produtividade e crescimento das plantas. Assim, variações na disponibilidade de nitrogênio influenciam profundamente a magnitude das respostas adaptativas à heterogeneidade ambiental, observando-se relações consistentes entre a estratégia de vida de uma planta e a variação nos atributos morfofisiológicos relacionados ao desenvolvimento vegetal, assimilação foliar de nutrientes e taxas fotossintéticas. Variações nos ajustes destes atributos têm sido consideradas boas descritoras de processos em vários níveis de organização biológica, auxiliando a caracterizar e comparar o desempenho eco fisiológico de diferentes indivíduos/espécies vegetais ao longo de gradientes de disponibilidade de recursos e condições. O objetivo deste trabalho é comparar a variação da disponibilidade de N, bem como a intensidade da variação dos ajustes nos atributos morfofisiológicos de espécies que ocorrem em duas fisionomias distintas de restinga localizadas na região sudeste do Brasil (formação arbustiva aberta e floresta de restinga), as quais são influenciadas por características ambientais (incluindo a limitação nutricional) com diferentes graus de intensidade. (AU)