Busca avançada
Ano de início
Entree

Analise quimico-farmaceutica e estudos de estabilidade e dissolucao de comprimidos de orbifloxacino

Processo: 08/58526-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise e Controle de Medicamentos
Pesquisador responsável:Hérida Regina Nunes Salgado
Beneficiário:Edith Cristina Laignier Cazedey
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Controle da qualidade   Validação   Métodos de análise

Resumo

O orbifloxacino é uma fluorquinolona antimicrobiana de terceira geração aprovada para o uso veterinário em vários países. No Brasil este fármaco é comercializado na forma farmacêutica comprimido, com o nome Orbax® pelo laboratório Schering-Plough Animal Health Corp. O orbifloxacino foi liberado para comercialização no Brasil, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, na data de 08/07/1999 para as dosagens 22,7 mg e 68 mg e na data de 07/07/2002 para a dosagem de 5,7 mg. Este antimicrobiano possui uma excelente farmacocinética, com biodisponibilidade oral quase completa. Esta fluorquinolona é utilizada no tratamento de infecções causadas por bactérias Gram-negativas, incluindo Enterobacteriaceae e espécies Pseudomonas-resistentes e também por microrganismos Gram-positivos e Mycoplasma sp. O orbifloxacino, como outras fluorquinolonas, age inibindo a subunidade A da DNA-girase bacteriana e a topoisomerase tipo IV do DNA bacteriano culminando com a fragmentação dessa molécula e conseqüente desarranjo celular, levando a morte da bactéria. Por ser um medicamento relativamente novo, há poucos estudos relacionados às características físico-químicas, estudo de estabilidade, dissolução e desenvolvimento de metodologias analíticas. Esta tese tem como objetivos desenvolver metodologias analíticas para o orbifloxacino, incluindo análises espectrofotométricas, cromatográficas e microbiológicas, realizar estudos de estabilidade e dissolução, bem como dispor de técnicas de identificação qualitativa para a forma farmacêutica comprimido e matéria-prima. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CAZEDEY, Edith Cristina Laignier. Análise químico-farmacêutica e estudos de estabilidade e de dissolução de comprimidos de orbifloxacino. 2012. 241 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciencias Farmaceuticas. Araraquara.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.