Busca avançada
Ano de início
Entree

Materiais compósitos orgânico-inorgânico com fatores de crescimento OGP e OGP (10-14) para regeneração óssea

Processo: 08/58776-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Reinaldo Marchetto
Beneficiário:Sybele Saska Specian
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Compostos orgânicos   Compostos inorgânicos   Osso e ossos   Regeneração óssea   Colágeno tipo I   Hidroxiapatita   Fatores de crescimento   Modelos animais

Resumo

Atualmente as membranas reabsorvíeis vêm ganhando espaço considerável em reconstrução de defeitos ósseos, pois este tipo de membrana tem proporcionado resultados similares aos das membranas não-reabsorvíveis. O objetivo deste trabalho será desenvolver compósitos orgânico-inorgânicos análogos ao tecido ósseo e reabsorvível baseado em celulose bacteriana, colágeno tipo I, hídroxiapatita e fator de crescimento que possam promover a regeneração do tecido ósseo num menor tempo. Os fatores de crescimento OGP e OGP (10-14) serão sintetizados pela metodologia de fase sólida, purificados e caracterizados, os quais serão marcados com fluoresceína. Com os peptídeos marcados será possível determinar a liberação controlada dos mesmos por espectroscopia de fluorescência. Após a preparação e caracterização preliminares no projeto de Mestrado concluiu-se que as técnicas de MEV, DRX, FTIR e da quantificação de hidroxiprolina não forma suficientes para elucidar a formação dos compósitos CB/HAp, CB/COL, CB/COL/HAp e CB/HAp/COL. Contudo, neste projeto outras técnicas como MEV/EDX, RMN de 13C e 31P, TG, DSC, testes de colagenase, de intumescimento, ensaios mecânicos e medida de ângulo de contato serão empregados para caracterização dos compósitos. A incorporação dos peptídeos será realizada nos respectivos sistemas nas concentrações 10-6 e 10-9 M. Análise in vitro avaliará morfologia e viabilidade celular, a atividade da fosfatasse alcalina e acúmulo de Ca. O estudo in vivo avaliará regeneração óssea guiada, em fêmur de coelhos verificando a biocompatíbilidade e a regeneração dos defeitos ósseos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SASKA, SYBELE; TEIXEIRA, LUCAS NOVAES; SPINOLA DE CASTRO RAUCCI, LARISSA MOREIRA; SCAREL-CAMINAGA, RAQUEL MANTUANELI; FRANCHI, LEONARDO PEREIRA; DOS SANTOS, RAQUEL ALVES; SANTAGNELI, SILVIA HELENA; CAPELA, MARISA VEIGA; DE OLIVEIRA, PAULO TAMBASCO; TAKAHASHI, CATARINA SATIE; et al. Nanocellulose-collagen-apatite composite associated with osteogenic growth peptide for bone regeneration. International Journal of Biological Macromolecules, v. 103, p. 467-476, . (09/09960-1, 08/58776-6)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SPECIAN, Sybele Saska. Materiais compósitos orgânicos-inorgânicos a base de celulose bacteriana com peptídeos regulatórios de fatores de crescimento, OGP e OGP [10-14], para regeneração óssea. 2011. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Instituto de Química. Araraquara Araraquara.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.