Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterizacao proteomica do complexo sporothrix schenckii: analise de proteinas diferencialmente expressas.

Processo: 08/55975-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Zoilo Pires de Camargo
Beneficiário:Anderson Messias Rodrigues
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sporothrix schenckii   Caracterização   Proteômica

Resumo

A esporotricose é uma infecção crônica granulomatosa subcutânea e polimórfica de humanos e animais e tem como agente etiológico o fungo termodimórfico Sporothrix schenckii, um patógeno presente no solo e em plantas. Esta doença é adquirida por inoculação traumática do patógeno, com raros casos de transmissão de pessoa para pessoa, sendo comum o relato de pacientes que tiveram contato prévio com animais como felinos e tatus, reconhecidos transmissores do fungo. A micose tem distribuição mundial, freqüente em áreas urbanas, com focos endêmicos em países de clima tropical e subtropical. A esporotricose afeta ambos os sexos, sem diferenças relacionadas à raça ou idade. Tendo em vista a sua importância clínica, à necessidade do desenvolvimento de técnicas mais rápidas de identificação e de um melhor entendimento sobre sua biologia, o presente projeto tem como objetivo caracterizar o complexo S. schenckii, recentemente proposto, buscando evidências moleculares de variações intra-específicas através da análise de proteômica diferencial entre as espécies S. brasiliensis, S. globosa, S. mexicana e S. schenckii, avaliando-se as proteínas diferencialmente expressas e que sirvam como marcadores moleculares de referência destes patógenos, também por meio de imunoproteômica determinar as proteínas imunogênicas da esporotricose tipo fixa e linfocutânea. (AU)