Busca avançada
Ano de início
Entree

Transmissão colinérgica no sistema nervoso central do camundongo distrófico (mdx). estudo da liberação de neurotransmissores e sua modulação por recpetores nicotínicos

Processo: 08/56023-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia
Pesquisador responsável:Caden Souccar
Beneficiário:Eliana Della Coletta Yudice
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sistema nervoso central   Distrofia muscular   Dopamina   Acetilcolina   Distrofina

Resumo

A distrofia muscular de Duchenne (DMD) é uma miopatia degenerativa e progressiva, causada por mutação do gene do cromossomo X relacionado à expressão da proteína distrofina. A distrofina é uma proteína encontrada no citoplasma das células musculares esfriadas e neuronais, e está envolvida na estabilização do sarcolema e na sinalização intracelular. A falta de expressão da proteína também produz atrofia cerebral, alterações estruturais neuronais e da transmissão sináptica associadas a distúrbios cognitivos e de memória em pacientes com DMD e no modelo do camundongo mdx. Estudos anteriores do grupo mostraram o aumento da expressão de receptores nicotínicos (nAChR) extra-juncionais em músculos do camundongo mdx, característicos de fibras embrionárias e desnervadas, indicando a importância da distrofina na regulação e na estabilização desses receptores na placa motora (Ghedini e col., 2008). Tendo em vista a importância das vias colinérgicas centrais na função cognitiva e na consolidação da memória, este projeto propõe avaliar os efeitos da falta de distrofina nos nAChRs neuronais e em suas ações modulatórias da liberação de neurotransmissores no sistema nervoso central de camundongos controles e mdx jovens (4 meses) e idosos (12 meses). Para isto, serão realizadas medidas do efluxo de [3H]-ACh e [3H]-Dopamina de sinaptossomas obtidos de três regiões cerebrais com maior concentração de distrofina (córtex, hipocampo e cerebelo) e envolvidas na memória e cognição de camundongos controles e mdx nas duas idades. Os efeitos da modulação nicotínica mediada pelos nAChR neuronais mais freqüentes, a7 e a4(32, serão avaliados com auxílio de ligantes específicos dos dois subtipos de receptores nas três regiões cerebrais dos mesmos grupos animais. O estudo será complementado com determinações bioquímicas da atividade acetilcolinesterásica das três regiões cerebrais dos mesmos grupos animais. Este projeto está vinculado ao auxílio de pesquisa concedido pela FAPESP (07/02536-4) para o estudo da neurotransmissão colinérgica no sistema nervoso central do camundongo distrófico. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PARAMES, S. F.; COLETTA-YUDICE, E. D.; NOGUEIRA, F. M.; DE SOUSA, M. B. NERING; HAYASHI, M. A.; LIMA-LANDMAN, M. T. R.; LAPA, A. J.; SOUCCAR, C. ALTERED ACETYLCHOLINE RELEASE IN THE HIPPOCAMPUS OF DYSTROPHIN-DEFICIENT MICE. Neuroscience, v. 269, p. 173-183, JUN 6 2014. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.