Busca avançada
Ano de início
Entree

Micropartículas poliméricas biodegradáveis contendo cetorolaco cómo estratégia tecnológica Pará liberação controlada intra-ocular

Processo: 09/50149-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Anselmo Gomes de Oliveira
Beneficiário:Gustavo Rossanezi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Spray drying   Micropartículas   Cetorolaco

Resumo

Inflamações oculares são muito freqüentes em pacientes pós-operatórios em oftalmologia. A utilização de colírios contendo antiinflamatórios minimiza parte desses problemas, porem o alto número de aplicações necessárias e a ocorrência de glaucoma, provocada pelos antiinflamatórios esteróides, dificultam a manutenção e o sucesso do tratamento. A dificuldade de se atingir e manter níveis terapêuticos no segmento posterior dos olhos com administrações tópicas, o alto risco das injeções intraoculares freqüentes e a exaltação dos efeitos colaterais dos fármacos pela necessidade de altas doses orais, tornam bastante atrativo o desenvolvimento de dispositivos de liberação controlada de efeito prolongado, destinados à veiculação de fármacos para tratamento de doenças do segmento posterior dos olhos. Polímeros biodegradáveis, principalmente o ácido poli-lático-co-glicólico (PLGA), têm sido amplamente utilizadas em liberação prolongada, devido ao seu eficiente caráter de bicompatibilidade e biodegradabilidade. Neste projeto, em continuidade a projetos anteriores, temos como objetivo desenvolver micropartículas biodegradáveis contendo o antiinflamatório não esteróide cetorolaco para administração intra-ocular. A técnica de obtenção a ser utilizada será a de Spray drying, a qual poderá proporcionar partículas homogêneas e com dimensões apropriadas para a utilização pretendida. Serão obtidas micropartículas com várias proporções fármaco:polímero para evidenciar possíveis interações entre os componentes. As condições inicias de operação do Spray drier foram estabelecidas em estudos anteriores efn nosso grupo. As micropartículas serão caracterizadas físico-quimicamente quanto à morfologia, diâmetro médio, estabilidade frente ao método de obtenção, estabilidade térmica e difração de raios X.A análise quantitativa do fármaco microencapsulado ou não será realizada por Cromatografia Liquida de Alta Eficiência. Finalmente, a eficiência do sistema será verificada in vivo através de estudos de biodisponibilidade em coelhos albinos conforme protocolos estabelecidos juntamente com a equipe de oftalmologia do Hospital de Olhos de Araraquara e Universidade Federal de São Paulo-Unifesp. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ROSSANEZI, Gustavo. Micropartículas poliméricas biodegradáveis contendo cetorolaco como estratégia tecnológica para liberação controlada intra-ocular. 2012. 115 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciencias Farmaceuticas. Araraquara.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.