Busca avançada
Ano de início
Entree

Construção de um banco de dados proteo-genômico de Mycobacterium tuberculosis

Processo: 09/50788-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência (Início): 01 de junho de 2009
Vigência (Término): 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Sandra Rodrigues Pereira Faça
Beneficiário:Sandra Rodrigues Pereira Faça
Empresa:Veritas Biotecnologia Ltda (VLS)
Vinculado ao auxílio:08/03003-2 - Construção de um banco de dados proteo-genômico de Mycobacterium Turbeculosis, AP.PIPE
Assunto(s):Banco de dados   Genomas   Mycobacterium tuberculosis   Biomarcadores   Proteoma   Espectroscopia de massa   Análise de sequência de DNA

Resumo

O genoma completo da linhagem H37Rv de Mycobacterium tuberculosis contém cerca de 4.500 genes e 3.924 "Open Reading Frames" (ORFs) preditos. Entretanto, o complemento funcional dessa Informação genética, que é o proteoma, esta longe de ser inteiramente elucidado. A relação estrutura-função, abundância e modificações pós-traducionais das proteínas, que não podem ser preditas somente pela sequência de DNA, são de importância fundamental para um melhor entendimento dos mecanismos patogênicos desse organismo e para o desenvolvimento de novas terapias e métodos de diagnóstico para a tuberculose (TB). O presente projeto pretende estender o nível de cobertura proteômica e a qualidade de anotação proteo-genômica da linhagem virulenta H37Rv de M. Tuberculosis (cultivada em condições aeróbicas e anaeróbicas), através de uma estratégia baseada em fracionamento de proteínas (secretadas, solúveis e aquelas de difícil solubilização) e análise por LC-MS/MS. Esse conjunto abrangente de dados das proteínas expressas pelo bacilo nos permitirá anotar os ORFs preditos a partir da sequência do DNA, bem como identificar possíveis variantes decorrentes de "splicing" alternativo e sítios de modificações pós-traducionais que ocorrem nestas proteínas. O banco de dados, produto da análise proteo-gonômica, será a base das etapas seguintes de pesquisa de nossa empresa, que visa a descoberta de novas proteínas biomarcadoras para o diagnóstico e terapia da TB, tendo ainda potencial valor comercial por ser útil também a outras instituições privadas focadas nessa doença. Este projeto faz parte de uma parceria entre duas empresas - a VERITAS Life Sciences e a FARMACORE Biotecnologia Lida - que atuam em pesquisa, desenvolvimento e inovação na área de doenças negligenciadas. Esta colaboração une pesquisadores experientes das áreas de proteômica e tuberculose, o que garante alcançar os objetivos acima apresentados. (AU)