Busca avançada
Ano de início
Entree

Congresso Nacional e política externa: Argentina, Brasil, Chile, México e Uruguai

Processo: 09/50635-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 09 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Pesquisador responsável:Amâncio Jorge Silva Nunes de Oliveira
Beneficiário:Pedro Feliú Ribeiro
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):América Latina   Poder legislativo   Congresso Nacional do Brasil   Partidos políticos   Política externa

Resumo

O presente projeto de pesquisa busca compreender, desde uma perspectiva comparada, os principais determinantes dos votos dos congressistas latino-americanos em temas de política externa. Para tanto, analisaremos todas as votações nominais de duas legislaturas dos Congressos Nacionais de Argentina, Brasil, Chile, México e Uruguai entre 1995 e 2006. A problemática central abordada neste projeto de pesquisa é averiguar quais fatores explicam o comportamento do legislador latino-americano em matéria de política externa, confrontando três importantes variáveis, constantemente presentes na literatura: o tema das votações, as condições macroeconômicas dos distritos eleitorais e a ideologia dos partidos políticos. Desta forma, incorpora-se na construção de um modelo explicativo dos votos dos congressistas latino-americanos na formulação da política externa variáveis exógenas e endógenas ao processo legislativo. Ao prevalecer a tese corrente, presente na literatura latino-americana especializada no tema, da abdicação do Congresso em assuntos internacionais, espera-se não encontrar um padrão de votação nominal pautado por interesses do eleitorado, condições econômicas ou partidos políticos. Dada a baixa existência de estudos empíricos acerca da atuação legislativa na política externa do sub-continente, especialmente desde uma perspectiva comparada, torna-se extremamente relevante a realização de uma pesquisa que contemple tais requisitos. Ademais, alguns estudos de caso já apontam para a uma participação relevante dos legislativos nacionais do continente na formulação da política externa, demonstrando a viabilidade e relevância de avançar esta agenda de pesquisa. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RIBEIRO, Pedro Feliú. Comportamento legislativo e política externa na América Latina. 2012. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.