Busca avançada
Ano de início
Entree

Validação da via de biossíntese de selenocisteína e selenoproteínas em Trypanosoma por RNA de interferência e estudo funcional dos elementos SECIS

Processo: 08/58501-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de abril de 2009
Vigência (Término): 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Otavio Henrique Thiemann
Beneficiário:Fernanda Cristina Costa
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Trypanosoma brucei brucei   Leishmania   Biossíntese   Selenocisteína   Selenoproteínas   Interferência de RNA   RNA mensageiro   Inativação gênica

Resumo

A descoberta de novos aminoácidos, como a selenocisteína e pirrolisina, resultando na expansão do código genético dos tradicionais 20 aminoácidos para atualmente um total de 22 aminoácidos tem despertado o interesse de diversos grupos de pesquisa. A via de síntese do 21° aminoácido (selenocisteína - Sec - U), cuja incorporação co-traducional em selenoproteínas depende de um códon de terminação UGA em fase e uma estrutura terciária do RNA mensageiro conhecida como elemento SECIS, representa a principal forma biológica de selênio. Recentemente identificamos a existência da via de síntese de selenocisteínas e os respectivos genes para SelB (Elongatíon Factor EFSec), SelD (Selenofosfato sintetase), PSTK (Fosfoseril tRNA Kinase), SecSepS (Selenocisteína Sintase), SECp43 e os tRNA[Ser]Sec em todos os Kinetoplastida (1). Além disso, foram identificadas de três selenoproteínas, SeIK, SeIT e SelTryp, sendo que a ultima não apresenta homologia com selenoproteínas de mamíferos. Experimentos recentes indicam que as células de Trypanosoma brucei são sensíveis ao Auranofin (2), um potente inibidor de selenoproteínas. Esta evidência indica a dependência deste parasito por selenoproteínas e pela via de síntese de selenocisteína, tomando-a um potencial alvo molecular. Esta evidência será investigada em detalhe por interferência do RNA (RNAi). O silenciamento da transcrição do gene SelD, tem mostrado efeito na viabilidade das células, nos dando evidencias do envolvimento de selenoproteínas em processos vitais do parasita. Este projeto pretende estender os objetivos iniciais desenvolvidos durante o mestrado para: I) realizar o silenciamento de outro gene envolvido na via de síntese de selenocisteínas (SELB); II) realizar o silenciamento por RNAi dos genes codificantes para as três selenoproteínas identificadas em T. brucei (SeIK, SeIT e SeITryp); III) estudar a inserção de selenocisteínas em gene repórter (GFP) empregando elementos SECIS de T. brucei. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.