Busca avançada
Ano de início
Entree

O percurso histórico das noções de "cidadania" e "liberdade" no discurso político educacional: sujeito-de-direito(s)

Processo: 07/02189-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Carolina Maria Rodriguez Zuccolillo
Beneficiário:Thiago Manchini de Campos
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/07734-0 - A produção do consenso nas políticas públicas urbanas: entre o administrativo e o jurídico, AP.TEM
Assunto(s):Sujeito   Cidadania   Análise do discurso   Democracia   Liberdade   Consenso

Resumo

Os ideais de "cidadania" e "liberdade"; são hoje considerados pilares de sustentação das políticas públicas consideradas democráticas. No campo das políticas educacionais, essas noções são centrais para a reflexão e elaboração dos currículos e políticas que regem a educação a todos os níveis. Elas são apresentadas como instrumento de emancipação do sujeito, permitindo a este constituir-se em cidadão livre, exercendo o governo de si e responsável pelos seus atos. O objeto desta pesquisa, inserida no Projeto Temático A Produção do Consenso nas Políticas Públicas Urbanas: Entre o Administrativo e o Jurídico (CAeL) (Processo Fapesp No. 2004/07734-0), é esse consenso atual produzido pelo/no Discurso Político Educacional (D.P.E.) em torno de tais ideais. O corpus estará constituído de documentos relativos às políticas educacionais: as Leis de Diretrizes e Bases (LDBs) de 1961, 1971 e 1996, os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) do ensino fundamental e médio, entre outros que se mostrarem relevantes. A análise proposta se inscreve na perspectiva teórico-metodológica da Análise do Discurso e da história genealógica. O objetivo é compreender como as noções de "cidadania" e "liberdade" são (re)significadas no D.P.E. e qual é sua relação com o ideal democrático, levando em conta, como pano de fundo, os deslocamentos que tais noções sofreram ao longo da história. Hipotetizamos que esses discursos estão inscritos numa lógica consensual, baseada numa concepção homogênea do vínculo social, o que silencia conflitos e tensões e não permite que a alteridade se manifeste. Visamos assim contribuir para compreender o funcionamento da instituição escolar e os paradoxos do discurso atualmente dominante sobre a democracia.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CAMPOS, Thiago Manchini de. Brasil, um país de todos : língua, liberdade e cidadania (por uma análise dos discursos e políticas públicas educacionais). 2009. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Estudos da Linguagem.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.