Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial anticárie dos reservatórios de cálcio, fosfato e fluoreto do biofilme dental

Processo: 07/05978-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Jaime Aparecido Cury
Beneficiário:Marília Ferreira Correia
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Cárie dentária   Desmineralização do dente   Esmalte dentário   Placa bacteriana   Cálcio   Fluoretos

Resumo

As concentrações de íons cálcio (Ca), fosfato (Pi) e fluoreto (F), bem como o pH do fluido do biofilme dental regulam a perda ou ganho de minerais da estrutura dental quando dos fenômenos de des-remineralização. Esses íons estão concentrados em reservatórios orgânicos e minerais do biofilme, os quais poderiam ser disponibilizados para o fluido durante as quedas de pH decorrentes do desafio cariogênico. Entretanto, a relevância desses reservatórios em relação à cárie permanece desconhecida, pois analisando o fluído, não tem sido possível diferenciar a origem dos íons provenientes dos reservatórios daqueles da dissolução do substrato dental. Também não tem sido possível determinar com precisão a relação temporal entre essas concentrações no fluido e o pH atingido após um desafio cariogênico. Objetivando estimar a importância desses reservatórios será conduzido um estudo in situ, cruzado de 3 fases, onde 15 voluntários utilizarão dispositivos palatinos contendo 4 blocos de esmalte dental humano e 4 blocos de acrílico, os quais serão submetidos a 3 tratamentos, ou seja: água destilada 8x ao dia e glicose a 20% nas frequências de 2 e 8x ao dia. O biofilme será coletado no 14.o dia de cada fase, em jejum e 5 minutos após desafio cariogênico. Seu fluido será coletado para a determinação das concentrações de Ca, Pi e F e o estroma dos biofilmes será submetido à extrações seriadas com tampões de pHs decrescentes de 6,5 a 4,5, seguidas por extração com ácido forte. Ca, Pi e F nos diferentes extratos estimará o potencial de disponibilização desses íons dos reservatórios para o fluido do biofilme, simulando exposição ao açúcar e às respectivas quedas de pH. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CORREIA, M. F.; TENUTA, L. M. A.; DEL BEL CURY, A. A.; CURY, J. A. Mineral Ions in the Fluid of Biofilms Formed on Enamel and Dentine Shortly after Sugar Challenge. Caries Research, v. 46, n. 4, p. 408-412, 2012. Citações Web of Science: 2.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CORREIA, Marília Ferreira. Potencial anticárie dos reservatórios de cálcio, fosfato e fluoreto do biofilme dental. 2010. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Odontologia de Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.