Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de frações peptídicas do veneno da serpente Bothrops Jararaca (serpentes, Viperidae: Crotalinae) sobre a atividade enzimática dipeptidil-peptidase IV (DPP-IV) e sobre o receptor (GLP-1R) do peptídeo glucagon-símile tipo 1 (GLP-1)

Processo: 07/06096-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Paulo Flávio Silveira
Beneficiário:Leonardo Zambotti Villela
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Bioprospecção   Bothrops jararaca   Obesidade   Venenos

Resumo

A síndrome metabólica é estreitamente relacionada com o diabetes melito tipo II e a obesidade visceral, constituindo um grave problema de saúde pública. Os mais recentes recursos farmacológicos para o diabetes melito, e que podem ter aplicabilidade também no tratamento da obesidade, são a vildagliptina e a sitagliptina, ambos inibidores da dipeptidil-peptidase IV (DPP-IV) (EC 3.4.14.5), a enzima responsável pela degradação do hormônio peptídico glucagon-símile tipo 1 (GLP-1), bem como a exenatida, desenvolvida a partir do veneno do lagarto Heloderma suspectum, e a liraglutina, ambos agonistas do GLP-1 resistentes à ação da DPP-IV. Considerando que os lagartos são filogeneticamente próximos das serpentes, que a exenatida foi seqüenciada somente em glândulas mandibulares de lagartos Anguimorpha, e que os cDNAs da glândula de veneno da serpente Bothrops jararaca já foram publicados e apontam 1154 seqüências curtas de cDNA expressas, o presente projeto pretende realizar a prospecção de compostos exenatida-símiles e inibidores da DPP-IV em frações peptídicas do veneno desta serpente. Esse veneno será purificado por gel-filtração e HPLC de fase reversa. A DPP-IV do intestino delgado e do soro de rato será purificada por gel-filtração e troca iônica. A eletroforese em gel de poliacrilamida com SDS será utilizada para caracterizar a DPP-IV purificada. As frações do veneno de 3,0 a 4,5 kDa serão triadas pela similaridade antigênica com a exenatida (imunodifusão de Ouchterlony) e agonismo ou antagonismo em relação ao GLP-1 (binding ao receptor do GLP-1 do pâncreas de rato). Os efeitos sobre a atividade (ensaios com substratos sintéticos fluorogênico e cromogênico) da DPP-IV purificada do rato e de origem humana (adquirida comercialmente) serão triados nas frações do veneno de 0,1 a 7,0 kDa e comparados aos efeitos dos inibidores diprotina A, sitagliptina e vildagliptina, e do substrato GLP-1. Essa bioprospecção ampliará os conhecimentos sobre a composição e atividade biológica do veneno de B. jararaca e pode resultar na descoberta de novos fármacos.