Busca avançada
Ano de início
Entree

Formação de biofilme em Escherichia coli enteropatogênica atípica

Processo: 07/06104-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 30 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Marcelo Palma Sircili
Beneficiário:Hebert Fabricio Culler
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/12136-5 - Escherichia coli enteropatogênica atípica (EPEC atípica), AP.TEM
Assunto(s):Biofilmes   Escherichia coli enteropatogênica atípica

Resumo

Escherichia coli enteropatogênica (EPEC) é um dos agentes etiológicos de diarréia persistente em crianças. Amostras de EPEC atípicas não transportam o plasmídio EAF (EPEC adherence factor) e ultimamente tornaram-se os agentes bacterianos mais comuns em nosso meio, como causa de diarréia infantil. A adesão em células epiteliais formando microcolônias é uma característica marcante de EPEC, possibilitando a formação de biofilme. Estes são associados à persistência bacteriana e a resistência a antimicrobianos. EPEC forma biofilme em superfícies abióticas e em superfícies celulares pré-fixadas por períodos de até 14 dias e seus mutantes isogênicos em bfpA e em espA formam melhores biofilmes em relação à amostra selvagem. Sendo assim, levantamos a hipótese de que amostras de EPEC atípica seriam boas formadoras de biofilme. O objetivo deste estudo é verificar a capacidade de formação de biofilme em uma coleção de 110 amostras de EPEC atípicas isoladas de crianças com e sem diarréia. A formação de biofilme será avaliada em diferentes condições, como por exemplo superfícies abióticas e celulares, hidrofóbicas e hidrofílicas e em diferentes meios de cultivo, além da utilização de meios pré condicionados para verificação da participação de quorum sensing. A capacidade de formação de biofilme, será quantificada através da contagem de UFC/cm2. Um número representativo de amostras será avaliado por períodos de incubação de até 15 dias. Uma amostra representante de cada padrão de adesão terá a formação de biofilme monitorada através de microscopia eletrônica de Varredura Confocal a Laser. Os resultados de biofilme serão comparados com os padrões de adesão às células epiteliais HEp-2, sorotipos, presença de genes envolvidos no processo de adesão e os perfis de resistência frente a 12 antibióticos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.