Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das anomalias oceânicas e atmosféricas na região da Confluência Brasil-Malvinas

Processo: 07/06782-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Física
Pesquisador responsável:Luciano Ponzi Pezzi
Beneficiário:Isabel Porto da Silveira
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Região hidrográfica do Atlântico Sudeste   Mudança climática   Interação do oceano com a atmosfera

Resumo

A Organização Mundial de Meteorologia (OMM), junto com várias instituições internacionais, deu início em março de 2007 ao Ano Polar Internacional que se estenderá até 2009. Esta é uma iniciativa mundial, que chama a atenção para as mudanças climáticas globais e a importância das regiões polares, subpolares e teleconexões dos sistemas naturais e nos impactos antropogênicos. A Confluência Brasil-Malvinas (CBM) é conhecida como uma região energética do oceano Atlântico Sudoeste, a qual exerce uma grande influência na modulação da Camada Limite Atmosférica (CLA) adjacente. Nessa região oceânica, massas d'água com características diferentes convergem: vinda do Norte a Corrente do Brasil, quente e salina e oriunda do Sul a Corrente das Malvinas, de menores salinidade e temperatura.Essa convergência é marcada por fortes gradientes e anomalias superficiais da temperatura do mar. Esse trabalho tem como objetivo estudar a dinâmica da região oceânica e atmosférica da CBM e sua relação com processos oceânicos e atmosféricos dos ambientes de altas latitudes, os quais podem influenciar na formação das anomalias de temperaturas e correntes encontradas em superfície. Pretende-se trabalhar com os dados de re-analises oceânica-atmosférica e modelagem numérica, para investigar a conexão dessas anomalias na CBM com forçantes físicas geradas em ambientes de altas latitudes. Para isso, será usado o modelo oceânico Modular Ocean Model-4 (MOM-4), o qual terá suas forçantes e condições de contorno modificadas com a finalidade de se executar testes de sensibilidade, para entender os processos físicos de armazenamento de calor na CBM, bem como sua interação com a atmosfera. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA SILVEIRA, ISABEL PORTO; PEZZI, LUCIANO PONZI. Sea surface temperature anomalies driven by oceanic local forcing in the Brazil-Malvinas Confluence. OCEAN DYNAMICS, v. 64, n. 3, p. 347-360, MAR 2014. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.