Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do comportamento defensivo de imobilidade tônica e da nocicepção após lesões restritas em estruturas do sistema cerebral aversivo

Processo: 07/06549-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2007
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:Christie Ramos Andrade Leite Panissi
Beneficiário:Eveline Bis Vieira Rasteli
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Neurofisiologia   Mecanismos de defesa

Resumo

O comportamento de imobilidade tônica (IT) é uma resposta defensiva inata, exibida pela presa quando o contato físico com o predador é prolongado e a situação inescapável. Esta resposta é caracterizada por profunda inibição motora e emitida em situação de medo intenso. Vários achados apontam o hipotálamo medial, colículo inferior, camadas profundas do colículo superior, amígdala e substância cinzenta periaquedutal (SCP) como estruturas fundamentais na modulação do comportamento emocional as quais compõem o sistema cerebral aversivo (SCA). Considerando que a IT é, portanto associada a situação de perigo intenso, estudos consistentes têm demonstrado que drogas que alteram os estados emocionais de medo e ansiedade interfere na emissão desta resposta. Reforçando assim, o caráter emocional deste comportamento defensivo associado a estados de medo e ansiedade. No estudo das respostas comportamentais defensivas evidências demonstram que a ativação simultânea de um sistema antinociceptivo é essencial para que o animal realize a resposta comportamental de defesa adequadamente. Isto porque no caso da ocorrência de lesões corporais durante os confrontos entre presa-predador, a emissão de comportamentos recuperativos pode interferir na resposta defensiva. Nesta perspectiva, alguns estudos sobre o substrato neural envolvido na modulação da resposta de IT demonstram que algumas estruturas do sistema nervoso central (SNC) podem regular simultaneamente a resposta de IT e a nocicepção. O objetivo deste trabalho é avaliar o efeito de lesões químicas (com ácido ibotênico) bilaterais nos núcleos medial e central da amígdala, no hipotálamo medial, nas camadas profundas do colículo superior e em distintas colunas funcionais da SCP de cobaias, sobre a resposta comportamental de IT e sobre a nocicepção avaliada pelo teste da placa quente. Ao final deste conjunto de experimentos acreditamos que poderemos construir um cenário mais claro do envolvimento sobre a ativação conjunta das diferentes áreas do SCA nas respostas defensivas e antinociceptivas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VIEIRA-RASTELI, EVELINE BIS; DE PAULA, BRUNA BALBINO; DE PAIVA, YARA BEZERRA; COIMBRA, NORBERTO CYSNE; ANDRADE LEITE-PANISSI, CHRISTIE RAMOS. Restricted lesions of the ventrolateral or dorsal columns of the periaqueductal gray promotes distinct effects on tonic immobility and defensive analgesia in guinea pigs. Physiology & Behavior, v. 194, p. 538-544, OCT 1 2018. Citações Web of Science: 3.
VIEIRA, EVELINE BIS; MENESCAL-DE-OLIVEIRA, LEDA; ANDRADE LEITE-PANISSI, CHRISTIE RAMOS. Functional mapping of the periaqueductal gray matter involved in organizing tonic immobility behavior in guinea pigs. Behavioural Brain Research, v. 216, n. 1, p. 94-99, JAN 1 2011. Citações Web of Science: 18.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.