Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelo de liberação de Telenomus remus Nixon (Hymenoptera: Scelionidae) e Trichogramma atopovirilia Oatman & Platner (Hym.: Trichogrammatidae) visando ao controle de Spodoptera frugiperda (J.E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae)

Processo: 07/07054-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 31 de maio de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:José Roberto Postali Parra
Beneficiário:Cherre Sade Bezerra da Silva
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Competição   Manejo integrado de pragas   Controle biológico

Resumo

Telenomus remus Nixon (Hymenoptera: Scelionidae) e Trichogramma atopovirilia Oatman & Platner (Hym.: Trichogrammatidae) são parasitóides de ovos de lepidópteros do gênero Spodoptera (Noctuidae) que já vêm sendo liberados em milharais de algumas regiões do Brasil, visando ao controle de Spodoptera frugiperda (J.E. Smith), principal praga da cultura do milho no País. Todavia, a exploração do potencial destes inimigos naturais depende da realização de estudos envolvendo aspectos biológicos e ecológicos de ambas as espécies e de S. frugiperda. A determinação do potencial individual de T. remus e T. atopovirilia sobre a mortalidade de S. frugiperda pode ajudar a identificar a espécie mais indicada no controle desta praga. Além disto, a liberação conjunta destes dois parasitóides pode produzir um efeito aditivo na regulação de populações de S. frugiperda. A confirmação e quantificação deste efeito, assim como a identificação da espécie mais promissora no controle de S. frugiperda, demandam a realização de estudos que viabilizem o conhecimento de como estes parasitóides interagem um com o outro, com seu hospedeiro e com fatores abióticos. Neste contexto, o objetivo deste trabalho é identificar, entre os parasitóides T. remus e T. atopovirilia, qual a espécie de maior potencial de controle de S. frugiperda, verificando se a liberação conjunta destes dois inimigos naturais em um mesmo agroecossistema pode levar a um maior controle da praga em relação à liberação isolada dos parasitóides.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DASILVA, C. S. B.; MORELLI, RENATA; PARRA, J. R. P. Effects of Self-Superparasitism and Temperature on Biological Traits of Two Neotropical Trichogramma (Hymenoptera: Trichogrammatidae) Species. Journal of Economic Entomology, v. 109, n. 4, p. 1555-1563, AUG 2016. Citações Web of Science: 1.
BEZERRA DASILVA, CHERRE SADE; VIEIRA, JACI MENDES; LOIACONO, MARTA; MARGARIA, CECILIA; POSTALI PARRA, JOSE ROBERTO. Evidence of exploitative competition among egg parasitoids of Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) in maize. REVISTA COLOMBIANA DE ENTOMOLOGIA, v. 41, n. 2, p. 184-186, JUL-DEC 2015. Citações Web of Science: 2.
BEZERRA DA SILVA, CHERRE SADE; POSTALI PARRA, JOSE ROBERTO. New method for rearing Spodoptera frugiperda in laboratory shows that larval cannibalism is not obligatory. Revista Brasileira de Entomologia, v. 57, n. 3, p. 347-349, JUL-SEP 2013. Citações Web of Science: 8.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Cherre Sade Bezerra da. Bioecologia de Spodoptera frugiperda e de seus parasitóides de ovos Telenomus remus, Trichogramma atopovirilia e T. pretiosum. 2011. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.