Busca avançada
Ano de início
Entree

Simulação de destilador molecular de filme descendente para destilar frações pesadas de petróleo

Processo: 07/06833-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:Rubens Maciel Filho
Beneficiário:Evandro Stoffels Mallmann
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Petróleo   Destilação molecular

Resumo

O Petróleo obtido nas bacias brasileiras é do tipo pesado ou ultra-pesado, apresentando altas viscosidades, que dificultam sua exploração (retirada do petróleo dos campos submarinos) e também as operações de refino para obtenção de combustíveis e outros derivados. Os processos de refino atualmente em atividade nas refinarias não permitem a operação de óleos pesados e ultra-pesados, de forma que estes são misturados a óleos leves (do tipo árabe) para seu processamento. Este procedimento leva à dependência do Brasil em importação de petróleo, assim como à não completa valoração do óleo encontrado no país. Dentro deste contexto, se apresenta como alternativa à operação inicial de óleos pesados e ultra-pesados a utilização de destilação molecular. Experimentos realizados nos Laboratórios de Desenvolvimento de Processos de Separação (LDPS) e de Otimização, Projeto e Controle Avançado (LOPCA) mostraram a viabilidade de seu emprego. Porém, é necessária uma ampla investigação para desenvolvimento de políticas operacionais que levem a operação de destiladores moleculares com alto desempenho para refino de petróleo. Para tanto, é necessário o desenvolvimento de simuladores que permitam um extensivo estudo cobrindo as possíveis faixas operacionais, que são funções das características do petróleo. Propõe-se assim, neste Projeto, o desenvolvimento de um simulador para destilador do tipo filme descendente fazendo-se uso do simulador comercial Aspen, que possui facilidades de pacotes termodinâmicos para a realização da tarefa. Dados experimentais já disponíveis serão usados para a validação do simulador.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MALLMANN, Evandro Stoffels. Simulação de destilador molecular de filme descendente para destilar frações pesadas de petroleo. 2010. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Engenharia Química.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.