Busca avançada
Ano de início
Entree

O significado da terapêutica medicamentosa para a pessoa com esquizofrenia, em sua perspectiva e na de seu familiar.

Processo: 07/06898-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Psiquiátrica
Pesquisador responsável:Adriana Inocenti Miasso
Beneficiário:Kelly Graziani Giacchero Vedana
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Esquizofrenia   Relações interpessoais   Automedicação   Gerenciamento de segurança

Resumo

A Esquizofrenia é uma condição crônica, potencialmente incapacitante, que ocasiona grande impacto na vida do paciente, reduzindo seu funcionamento e sua qualidade de vida. O uso de medicamentos consiste em uma realidade necessária ao cotidiano dessa pessoa. Este estudo tem como objetivo compreender o significado da terapêutica medicamentosa para a pessoa com Esquizofrenia, em sua perspectiva e na de seu familiar. Dada a natureza do problema, esta investigação utilizará uma abordagem qualitativa, tendo como referencial metodológico a Teoria Fundamentada nos Dados, à luz do Interacionismo Simbólico. A pesquisa será desenvolvida na Unidade de Esquizofrenia de um Serviço Ambulatorial de Clínica Psiquiátrica de um hospital universitário, localizado no interior paulista. O número de participantes não será predeterminado, mas resultará de um processo de amostragem teórica, conforme referencial metodológico adotado. Será, ainda, entrevistado um familiar de cada paciente indicado pelo mesmo como pessoa mais envolvida no seu tratamento. A entrevista e observação serão utilizadas como principais estratégias de obtenção de dados. As entrevistas gravadas, após serem transcritas, serão codificadas em três etapas: codificação aberta, codificação axial e codificação seletiva. Posteriormente as categorias serão integradas no modelo de paradigma de Strauss e Corbin, envolvendo a causa desencadeadora do fenômeno, o contexto em que o mesmo está inserido, as condições intervenientes, a estratégia de ação sobre o fenômeno e suas conseqüências. O estudo resultará em uma formulação teórica da realidade sob investigação. Esta pesquisa permitirá, assim, compreender os fatores associados e determinantes da realidade vivenciada pelas pessoas com Esquizofrenia em relação à terapêutica medicamentosa, possibilitando um salto na implementação de estratégias de intervenção nos serviços de saúde direcionadas à qualidade da assistência a esses pacientes.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GIACCHERO VEDANA, KELLY GRAZIANI; MIASSO, ADRIANA INOCENTI. The meaning of pharmacological treatment for schizophrenic patients. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 22, n. 4, p. 670-678, JUL-AUG 2014. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.