Busca avançada
Ano de início
Entree

Planejamento racional de novos ligantes da beta-tubulina candidatos a fármacos com propriedades antitumorais

Processo: 07/07294-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2008
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Adriano Defini Andricopulo
Beneficiário:Lívia de Barros Salum
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Relação quantitativa estrutura-atividade   Planejamento de fármacos   Química médica

Resumo

Câncer é a denominação para um grupo de doenças devastadoras caracterizadas pelo crescimento e multiplicação descontrolados de células anormais, que são capazes de invadir estruturas próximas e se espalharem em diversas regiões do organismo. Estas células malignas deixam de responder aos mecanismos de controle e defesa do organismo, duplicando-se continuamente e desordenadamente para criar os tumores. De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), cerca de 600 mil novos casos de câncer são diagnosticados somente no Brasil a cada ano. Os diversos tipos de câncer representam a segunda maior causa de morte no país, panorama grave que acompanha uma tendência mundial. A alteração freqüente no ciclo das células tumorais tem levado à identificação da interferência com a função do fuso mitótico como uma etapa importante para o planejamento de novos fármacos para a terapia do câncer. A tubulina, proteína constitutiva dos microtúbulos, é a única proteína relacionada a esse processo que é alvo de agentes terapêuticos - taxol, taxotere, vincristina e vimblastina - clinicamente aprovados para o tratamento de diversos tipos de câncer. Entretanto, o desenvolvimento de resistência, o aparecimento de reações adversas e a baixa solubilidade dos taxanos têm impulsionado a pesquisa por novas entidades químicas com propriedades terapêuticas otimizadas. O presente projeto de pesquisa visa o desenvolvimento de novos ligantes seletivos da beta-tubulina com potencial ação antitumoral, através do planejamento em química medicinal, avaliação biológica, estudos das relações entre estrutura e atividade (SAR) e modelagem molecular. A estratégia do projeto envolve o uso de técnicas de planejamento baseado na estrutura do receptor (SBDD) para a identificação seletiva de promotores ou inibidores da polimerização da tubulina, através da integração de métodos computacionais e experimentais avançados. O projeto será desenvolvido nos Laboratórios de Química Medicinal e Computacional e de Cristalografia de Proteínas e Biologia Estrutural do Centro de Biotecnologia Molecular Estrutural CBME-CEPID/FAPESP, do Instituto de Física de São Carlos-USP. Os nossos laboratórios do CBME possuem completa infra-estrutura para a realização de todas as etapas experimentais e computacionais propostas neste projeto de doutorado. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SALUM, LIVIA BARROS; VALADARES, NAPOLEAO FONSECA. Fragment-guided approach to incorporating structural information into a CoMFA study: BACE-1 as an example. Journal of Computer-Aided Molecular Design, v. 24, n. 10, p. 803-817, OCT 2010. Citações Web of Science: 9.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SALUM, Lívia de Barros. Planejamento de ligantes da tubulina com propriedades antitumorais. 2011. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Física de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.