Busca avançada
Ano de início
Entree

Artrópodes benéficos associados ao solo: avaliação de plantas herbáceas como área de refúgio visando ao controle biológico por conservação

Processo: 07/07856-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Francisco Jorge Cividanes
Beneficiário:Ivan Carlos Fernandes Martins
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/06577-6 - Distribuição de Carabidae e Staphylinidae (Coleoptera) em fragmentos florestais e culturas agrícolas e potencial de predação na região Nordeste do estado de São Paulo, AP.TEM
Assunto(s):Plantio direto   Agricultura sustentável   Sustentabilidade   Araneae   Entomologia agrícola   Glycine max   Carabidae

Resumo

A introdução de áreas de refúgio nos agroecossistemas contribui para que artrópodes predadores se dispersem e colonizem as culturas. Este recurso relaciona-se com o controle biológico por conservação e pode ser facilmente incorporado em programas de manejo integrado de pragas. Os objetivos deste estudo são: a) determinar a efetividade de quatro espécies de plantas herbáceas como área de refúgio para artrópodes benéficos associados ao solo durante a entressafra; b) determinar a influência da área de refúgio sobre a ocorrência de artrópodes benéficos associados ao solo na cultura da soja; c) identificar a composição de espécies de artrópodes associados ao solo e parte aérea de plantas herbáceas e da cultura da soja; d) analisar a flutuação populacional de espécies de artrópodes dominantes; e) avaliar a interação entre inimigos naturais e insetos fitófagos; f) determinar a influência da fenologia da soja e de plantas herbáceas sobre as populações de inimigos naturais e insetos fitófagos. O estudo será realizado na área experimental da Fazenda de Ensino, Pesquisa e Produção e no laboratório de Ecologia de Insetos do Departamento de Fitossanidade, pertencentes à Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da UNESP, Jaboticabal, SP. A amostragem será realizada durante o período de outubro/2008 a agosto/2010. Os artrópodes serão amostrados da seguinte maneira: a) artrópodes associados ao solo com armadilhas tipo alçapão, b) artrópodes presentes na parte aérea das plantas com armadilhas de sucção e c) artrópodes no interior do solo da área de refúgio por meio da retirada de amostras de solo nas entressafras. Os insetos capturados serão analisados por vários índices faunísticos, sendo também estudada a flutuação populacional de espécies dominantes. As interações entre artrópodes predadores e insetos fitófagos ou plantas serão avaliadas por correlação de Pearson. A influência da área de refúgio sobre a ocorrência de artrópodes será determinada por análise de distribuição espacial e índices de dispersão.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MARTINS, Ivan Carlos Fernandes. Insecta e Arachnida associados ao solo : plantas herbáceas como área de refúgio visando ao controle biológico conservativo. 2011. 184 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias. Jaboticabal.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.