Busca avançada
Ano de início
Entree

Remoção de Cd2+ e Cu2+ de águas residuárias utilizando biorreator anaeróbio contínuo de leito fixo ordenado

Processo: 07/07574-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2008
Vigência (Término): 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Marcelo Zaiat
Beneficiário:Gustavo Mockaitis
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/51702-9 - Desenvolvimento de sistemas combinados de tratamento de águas residuárias visando à remoção de poluentes e à recuperação de energia e de produtos dos ciclos de carbono, nitrogênio e enxofre, AP.TEM
Assunto(s):Leito expandido   Tratamento anaeróbio   Metais pesados

Resumo

A presença excessiva de íons de metais de transição em águas residuárias constitui um problema ambiental sério, devido ao efeito deletério que estas espécies químicas podem conferir à biota dos corpos hídricos. Estes íons ainda vão se acumulando na cadeia alimentar por não serem eliminados dos organismos que os consomem, o que os torna mais perigosos para o homem, sendo esse o topo da cadeia alimentar. As formas de eliminação destas substâncias dos efluentes variam muito, embora sejam mais difundidos os tratamentos físico químicos, precipitando os íons em compostos insolúveis ou oxidando / reduzindo os íons para formas mais ambientalmente estáveis. Tais tratamentos são eficientes, porém muito específicos e muitas vezes caros, devido à adição de outros compostos para que haja o tratamento. O presente projeto propõe a remoção dos íons metálicos Cu2+ e Pb2+ pelo processo de precipitação pela reação com o ânion sulfeto (S2-), sendo este gerado biologicamente pela redução do sulfato (SO42-) em anaerobiose em um reator contínuo de leito expandido. Desta forma, o mesmo tratamento agrega a remoção da matéria orgânica, a redução do sulfato e a indisponibilização dos cátions metálicos por meio de precipitação, avaliando a eficiência e estabilidade do processo, assim como as adaptações da biota anaeróbia quanto à presença destes metais.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MOCKAITIS, Gustavo. Remoção de \'CD POT.2+\' e \'CU POT.2+\' de águas residuárias utilizando biorreator anaeróbio contínuo de leito fixo ordenado. 2011. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola de Engenharia de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.