Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação entre polimorfismos de genes envolvidos na homeostase energética e na sensibilidade à insulina e a resposta a uma intervenção dietética para redução do peso corporal em indivíduos obesos

Processo: 08/01408-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Rosario Dominguez Crespo Hirata
Beneficiário:Raquel de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Polimorfismo genético   Homeostase energética   Nutrigenômica   Obesidade   Insulina

Resumo

Fatores genéticos e ambientais estão envolvidos na patogênese da obesidade e da diabetes mellitus tipo 2 (DM2). Estudos prévios do nosso grupo demonstraram associações de variantes dos genes da leptina, PPARgama e outras com risco de obesidade, DM2, dislipidemia e doença arterial coronariana. Alguns estudos indicam que fatores genéticos podem modificar a taxa de redução de peso corporal em resposta a restrição energética ou ganho de peso por longo tempo. Com a finalidade de estudar as interações entre polimorfismos de genes envolvidos na homeostase energética e na sensibilidade à insulina e a resposta a uma intervenção dietética para redução do peso corporal, serão selecionados 200 indivíduos obesos. Os indivíduos serão orientados a seguir uma dieta hipocalórica por nove semanas. Antes e após esse período o consumo alimentar será avaliado por aplicação do Questionário de Freqüência de Consumo de Alimentos (QFCA). Serão determinadas as medidas antropométricas e a composição corporal por bioimpdância e serão colhidas amostras de sangue para determinação de parâmetros laboratoriais (glicose, hemoglobina glicada, insulina, HOMA-S, leptina, receptor solúvel de leptina, adiponectina, perfil lipidico e marcadores inflamatórios). Também serão analisados os polimorfismos dos genes LEP (G-2458A e A19G), LEPR (Lys109Arg e Gln223Arg), PPARG (Pro12Ala e C161T), ADIPOQ (45T>G e 276G>T) e IL6 (-174G>C). Com os dados obtidos pretende-se estudar a associação dos polimorfismos genéticos com as variáveis bioquímicas, inflamatórias, antropométricas e a composição corporal. Também serão avaliadas as possíveis relações entre os parâmetros bioquímicos, inflamatórios e medidas antropométricas, em resposta a intervenção nutricional. Os resultados do presente estudo contribuirão para o conhecimento das interações gene-dieta em indivíduos obesos.