Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos de diferentes substratos para a união com sistemas adesivos. análise morfológica, molecular e mecânicas

Processo: 08/02331-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Regina Maria Puppin Rontani
Beneficiário:Larissa Ferreira Pacheco
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Resistência de união (odontologia)   Adesivos dentinários

Resumo

O objetivo deste estudo será avaliar a estrutura e composição química/molecular dos substratos hígido, artificialmente cariado (produzido pelo processo químico e biológico), naturalmente cariado e cariado através do modelo "in situ", como os diferentes substratos se comportam quanto à penetração do sistema adesivo e quanto à nanoinfiltração, bem como a resistência de união dos sistemas adesivos utilizados aos diferentes substratos. Para determinar a informação estrutural e composição química molecular dos substratos serão utilizados 25 terceiros molares, dos quais 10 serão hígidos (5 hígidos e 5 in situ), 10 cariados artificialmente (método químico e biológico) e 5 cariados naturalmente, que serão submetidos à análise em MEV e Raman. Para a avaliação da resistência de união serão utilizados 60 terceiros molares hígidos, dos quais em 45 será realizadas a indução de cárie artificial, e 15 terceiros molares cariados naturalmente. Estes dentes serão submetidos a cortes perpendiculares ao longo eixo do dente para a obtenção de superfícies planas de dentina média. O sistemas adesivos Clearfill SE Bond, Adper Single Bond 2 e Adper Prompt L-Pop serão aplicados sobre as superfícies dentinárias de acordo com as instruções dos fabricantes. Estes dentes terão sua superfície planificada e então, os sistemas adesivos Clearfill SE Bond, Single Bond 2, e Adper Prompt L-Pop serão aplicados. A luz do laser monocromático será incidida na amostra a ser analisada. Múltiplos sítios do mesmo espécime serão analisados espectroscopicamente. Sobre a dentina tratada será construído um bloco de resina composta (Clearfil APX, Kuraray), com 4 mm de altura. Após 24 h, cada espécime será seccionado de modo a obter espécimes com formato de palito com área média de 0,90mm2 para a realização do teste de microtração. Os padrões de fratura serão analisados em microscopia eletrônica de varredura (MEV). Os valores serão submetidos à análise de variância e ao teste de Tukey (p<0,05). Para avaliação da qualidade da camada híbrida será utilizada parte dos palitos obtidos para o teste de microtração, os quais serão imersos em solução traçadora de nitrato de prata amoniacal (ph=9.5) por 24h e seguidamente lavados em água destilada e imersos em solução reveladora (Kodak D-76) por 8 horas. Todas as amostras serão observadas sob MEV usando o modo de elétron retroespalhado (back-scattered) para identificar o grau e padrão de nanoinfiltração.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LARISSA FERREIRA PACHECO; EFANI CAROLINE DE FREITAS BANZI; ELIANA RODRIGUES; LUIS EDUARDO SILVA SOARES; FERNANDA MIORI PASCON; LOURENCO CORRER-SOBRINHO; REGINA MARIA PUPPIN-RONTANI. Molecular and Structural Evaluation of Dentin Caries-Like Lesions Produced by Different Artificial Models. Brazilian Dental Journal, v. 24, n. 6, p. 610-618, Dez. 2013.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PACHECO, Larissa Ferreira. Estudo de microdureza e profundidade de lesões de cárie artificiais produzidas por diferentes métodos. 2010. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Odontologia de Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.