Busca avançada
Ano de início
Entree

Microcrustáceos planctônicos (Cladocera e Copepoda) em reservatórios e trechos lóticos da Bacia do Rio da Prata (Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai): composição taxonômica, distribuição geográfica e atributos ecológicos

Processo: 08/02015-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Marcos Gomes Nogueira
Beneficiário:Gilmar Perbiche Neves
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Copepoda   Zooplâncton   Biogeografia   Rio da Prata   Limnologia

Resumo

As preocupações atuais da sociedade humana com a disponibilidade e uso dos recursos hídricos requerem pesquisas contínuas que ampliem o conhecimento básico e subsidiem ações prioritárias de conservação e manejo. Exemplos destes recursos são os inúmeros reservatórios artificiais construídos para a geração de energia elétrica e/ou abastecimento público, devido à crescente demanda energética e degradação da qualidade das águas. Nos sistemas aquáticos, os copépodes planctônicos apresentam uma grande importância devido ao seu papel na troca de energia e massa entre produtores e consumidores, representando a maior parte da biomassa do zooplâncton de águas continentais. Algumas espécies também são consideradas como potenciais indicadores do estado de conservação e degradação dos ecossistemas. A distribuição dos copépodes nas bacias dos rios Paraná, Paraguai e Uruguai ainda não foi estudada de uma forma integrada. Dessa forma esse projeto visa analisar a distribuição geográfica, em macro-escala, e os atributos ecológicos das assembléias de copépodes nesses rios e seus principais tributários, em reservatórios e trechos lóticos. Também se pretende aprofundar o estudo taxonômico e elucidar algumas lacunas em relação à identificação destes organismos. Para a realização das amostragens foram selecionados 15 grandes reservatórios com tempo de residência superior a 20 dias, nas porções alta e baixa de cada rio (rios Parnaíba, Grande, Tietê, Paranapanema e Iguaçu) e oito trechos lóticos nas porções alta, média e baixa dos rios Paraná, Paraguai e Uruguai. As coletas serão realizadas em dois períodos do ano (estações seca - inverno/2009 e chuvosa - verão/2010), nas zonas de montante e barragem de cada reservatório e na calha principal dos trechos lóticos. Além da coleta do zooplâncton serão medidas as variáveis limnológicas temperatura da água, pH, oxigênio dissolvido, condutividade, turbidez, potencial de óxido-redução, clorofila-a, nitrogênio e fósforo total, material em suspensão e transparência; e consideradas as condições climatológicas (temperatura, precipitação, vento) e de funcionamento dos reservatórios (cota altimétrica e vazão defluente). Em laboratório serão processadas as amostras de nitrogênio e fósforo totais, clorofila-a e material em suspensão. As amostras de zooplâncton serão analisadas quali-quantitativamente. A composição, riqueza de espécies, abundância total e relativa, diversidade equitabilidade serão analisadas detalhadamente, bem como a relação destas características com as variáveis limnológicas, climatológicas e operacionais. Análises estatísticas descritivas simples e multi-variadas serão utilizadas para verificar a correlação entre os dados obtidos e a determinação de tendências de distribuição espacial e temporal dos copépodes. Juntamente com a distribuição geográfica dos táxons identificados, será elaborado um guia (com fotografias digitais, ilustrações, micrografias eletrônicas de varredura e diagnoses taxonômicas) que auxilie na identificação das espécies. Será organizada uma coleção científica do material zoológico identificado e feito o depósito dos espécimens em museus (Brasil e exterior). Algumas diagnoses taxonômicas e pranchas já estão sendo feitas, a partir de amostragens prévias, as quais serão apresentadas no primeiro relatório científico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (11)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BÁRBARA A. MARTINS; PAULA N. COELHO; MARCOS G. NOGUEIRA; GILMAR PERBICHE-NEVES. Composition and richness of monogonont rotifers from La Plata River Basin, South America. Biota Neotropica, v. 20, n. 4, p. -, 2020.
PERBICHE-NEVES, GILMAR; SAITO, VICTOR SATORU; SIMOES, NADSON RESSYE; DEBASTIANI-JUNIOR, JOSE ROBERTO; DE OLIVEIRA NALIATO, DANILO AUGUSTO; NOGUEIRA, MARCOS GOMES. Distinct responses of Copepoda and Cladocera diversity to climatic, environmental, and geographic filters in the La Plata River basin. Hydrobiologia, v. 826, n. 1, p. 113-127, JAN 2019. Citações Web of Science: 1.
PERBICHE-NEVES, GILMAR; SAITO, VICTOR S.; PREVIATTELLI, DANIEL; DA ROCHA, CARLOS E. F.; NOGUEIRA, MARCOS G. Cyclopoid copepods as bioindicators of eutrophication in reservoirs: Do patterns hold for large spatial extents?. ECOLOGICAL INDICATORS, v. 70, n. SI, p. 340-347, NOV 2016. Citações Web of Science: 4.
JOSÉ ROBERTO DEBASTIANI JÚNIOR; DANILO AUGUSTO DE OLIVEIRA NALIATO; GILMAR PERBICHE-NEVES; MARCOS GOMES NOGUEIRA. Fluvial lateral environments in Río de La Plata basin: effects of hydropower damming and eutrophication. Acta Limnol. Bras., v. 28, p. -, 2016.
PERBICHE-NEVES, GILMAR; BOXSHALL, GEOFFREY ALLAN; PREVIATTELLI, DANIEL; OLIVEIRA NALIATO, DANILO AUGUSTO; PIE, MARCIO ROBERTO; FALAVIGNA DA ROCHA, CARLOS EDUARDO; NOGUEIRA, MARCOS GOMES. Regulation of the abundance and turnover of copepod species by temperature, turbidity and habitat type in a large river basin. AUSTRAL ECOLOGY, v. 40, n. 6, p. 718-725, SEP 2015. Citações Web of Science: 3.
PERBICHE-NEVES, GILMAR; BOXSHALL, GEOFFREY ALLAN; PREVIATTELLI, DANIEL; NOGUEIRA, MARCOS GOMES; FALAVIGNA DA ROCHA, CARLOS EDUARDO. Identification guide to some Diaptomid species (Crustacea, Copepoda, Calanoida, Diaptomidae) of ``de la Plata{''} River Basin (South America). ZOOKEYS, n. 497, SI, p. 1-111, 2015. Citações Web of Science: 4.
PERBICHE-NEVES, GILMAR; DA ROCHA, CARLOS E. F.; NOGUEIRA, MARCOS G. Estimating cyclopoid copepod species richness and geographical distribution (Crustacea) across a large hydrographical basin: comparing between samples from water column (plankton) and macrophyte stands. Zoologia, v. 31, n. 3, p. 239-244, Jun. 2014. Citações Web of Science: 0.
PERBICHE-NEVES, GILMAR; PREVIATTELLI, DANIEL; PIE, MARCIO R.; DURAN, ANDRESSA; SUAREZ-MORALES, EDUARDO; BOXSHALL, GEOFFREY A.; NOGUEIRA, MARCOS G.; DA ROCHA, CARLOS E. F. Historical biogeography of the neotropical Diaptomidae (Crustacea: Copepoda). Frontiers in Zoology, v. 11, MAY 1 2014. Citações Web of Science: 6.
PERBICHE-NEVES, GILMAR; BOXSHALL, GEOFFREY A.; NOGUEIRA, MARCOS G.; DA ROCHA, CARLOS E. F. Trends in planktonic copepod diversity in reservoirs and lotic stretches in a large river basin in South America. MARINE AND FRESHWATER RESEARCH, v. 65, n. 8, p. 727-737, 2014. Citações Web of Science: 6.
PERBICHE-NEVES, GILMAR; BOXSHALL, GEOFF A.; PAGGI, JUAN C.; DA ROCHA, CARLOS E. F.; PREVIATTELLI, DANIEL; NOGUEIRA, MARCOS G. Two new species of Diaptomidae (Crustacea: Copepoda: Calanoida) from the Neotropical Region (Parana River). Journal of Natural History, v. 47, n. 5-12, p. 449-477, MAR 1 2013. Citações Web of Science: 5.
PERBICHE-NEVES, GILMAR; BOXSHALL, GEOFF A.; DA ROCHA, CARLOS E. F.; NOGUEIRA, MARCOS G. Rediscovered after 77 years: Odontodiaptomus thomseni - a rare species of calanoid (Crustacea: Copepoda) from South America. Zoologia, v. 29, n. 2, p. 172-179, APR 2012. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NEVES, Gilmar Perbiche. Copépodes planctônicos (Crustacea, Calanoida e Cyclopoida) em reservatórios e trechos lóticos da bacia do Rio da Prata (Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai): taxonomia, distribuição geográfica e alguns atributos ecológicos. 2011. 207 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Botucatu). Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.