Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de aeradores e renovação da água nas características limnológicas dos viveiros no crescimento final do camarão-da-amazônia e uso de aguapé como alternativa de tratamento do efluente

Processo: 08/02458-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 31 de julho de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Antonio Fernando Monteiro Camargo
Beneficiário:Alexandre Augusto Oliveira Santos
Instituição-sede: Centro de Aquicultura (CAUNESP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Aeradores   Aguapé

Resumo

A prática da carcinicultura pode alterar as características da água utilizada nos viveiros de cultivo. Estas alterações variam em função da espécie cultivada, da densidade de cultivo e do manejo alimentar. O objetivo deste estudo será determinar as possíveis alterações nas características limnológicas provocadas pelo manejo, na fase de crescimento final do camarão-da-amazônia (Macrobrachium amazonicum) e avaliar a eficiência do aguapé (Eicchornia crassipes) no tratamentos dos efluentes. O estudo será realizado no Centro de Aqüicultura da UNESP (CAUNESP), Campus de Jaboticabal. Para tanto, 12 viveiros de fundo natural com aproximadamente 0,01 ha de área foram povoados com 40 pós-larvas/m2. Mensalmente será determinada a biomassa de M. amazonicum e semanalmente serão determinados os valores das variáveis da água de abastecimento, dos viveiros e dos efluentes: temperatura, pH, oxigênio dissolvido, clorofila a, material particulado em suspensão (MPS), nitrogênio total (NKT), nitrogênio, nitrogênio inorgânico (NI), fósforo total (PT), fósforo dissolvido (PD) e P-ortofosfato (P-PO4) e alcalinidade. Serão utilizados 6 aeradores para verificar o efeito da aeração suplementar nas características limnológicas dos viveiros e dos efluentes gerados pelo manejo. Doze sistemas alagados (wetlands) serão construídos com caixas de fibra de vidro com tempo de retenção hidráulica de 12h (fluxo contínuo) e 21 dias (água de despesca). A espécie utilizada será o aguapé; cálculos de eficiência de remoção, estoque de biomassa e N e P incorporados serão mensurados.