Busca avançada
Ano de início
Entree

O dominium sobre os nativos e os poderes políticos no Atlântico: da conquista das ilhas à política ultramarina de Felipe III (1485-1615)

Processo: 08/05221-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de novembro de 2008
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Pesquisador responsável:Carlos Alberto de Moura Ribeiro Zeron
Beneficiário:Rodrigo Faustinoni Bonciani
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Colonialismo   Ideologia política   Escravidão   Indígenas   Africanos   Poder político   Oceano Atlântico   Brasil   Angola

Resumo

O estudo da política ultramarina de Felipe III indica um esforço coordenado e inédito de configuração de uma colonização atlântica. A Coroa procurou se apropriar do comércio de escravos em Angola e fortaleceu o governo-geral, que deveria subordinar as chefias ambundo diretamente à Coroa, em detrimento dos jesuítas e conquistadores. No Brasil, foi determinada a liberdade indígena, que estabelecia uma relação de domínio fundamentada na tutela, garantida pelos jesuítas e pela relação do Brasil. Ao mesmo tempo em que a política de Felipe III foi inovadora, ela se valeu do longo aprendizado ibérico na colonização do Atlântico. Caracterizarei os principais momentos de interferência das Coroas ibéricas em relação ao domínio sobre os indígenas e africanos, no esforço de imposição da soberania régia, a partir do final do século XV. Analisando a originalidade dessa política, a retomada de antigos projetos e a reconfiguração dos dispositivos de domínio no contexto das sociedades novas no Brasil e em Angola. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BONCIANI, Rodrigo Faustinoni. O dominium sobre os indígenas e africanos e a especificidade da soberania régia no Atlântico - Da colonização das ilhas à política ultramarina de Felipe III (1493 - 1615). 2010. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.