Busca avançada
Ano de início
Entree

Balanço nutricional da cana-de-açúcar relacionada à adubação nitrogenada e disponibilidade hídrica em solos do Estado de São Paulo

Processo: 08/05491-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2008
Vigência (Término): 30 de junho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Paulo Cesar Ocheuze Trivelin
Beneficiário:Emídio Cantídio Almeida de Oliveira
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:02/10534-8 - Rendimento da cana-de-açúcar em ciclos consecutivos associado ao efeito residual e as transformações de N e S no solo, em sistema conservacionista, AP.TEM
Assunto(s):Fertilidade do solo

Resumo

A capacidade produtiva de novos cultivares de cana-de-açúcar, edafoclimáticamente adaptados e mais produtivos, pode estar sendo subestimada devido à falta de pesquisas nas demais áreas que envolvem todo sistema de produção de cana-de-açúcar. Destacam-se entre outras, aquelas que envolvem o conhecimento da exigência nutricional e eficiência na utilização dos nutrientes. Neste contexto, este projeto de pesquisa tem como objetivo avaliar a extração e exportação de nutrientes: N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn e Zn, pelo cultivar de cana-de-açúcar SP81-3250, quantificando o acúmulo de nutrientes nas raízes, colmos, folhas secas e ponteiros, em função de doses de nitrogênio e do balanço hídrico durante os ciclos agrícolas de cana-planta e cana-soca (2º, 3º e 4º cortes). Os objetivos propostos serão avaliados em duas áreas experimentais pertencentes ao PROJETO TEMÁTICO FAPESP No: 02/10534-8, cujos solos foram classificados como: LATOSSOLO VERMELHO Distrófico de textura média (USA) e LATOSSOLO VERMELHO Eutrófico argiloso (USM). Os tratamentos constaram das doses 0, 40, 80 e 120 kg ha-1 de N aplicados no fundo do sulco de plantio em 2005 e foram distribuídos em um delineamento experimental de blocos casualizados. No 1º e 2º cortes (2006 e 2007) as parcelas referentes aos tratamentos 0 e 120 kg ha-1 de N do plantio foram subdivididas e aplicou-se as doses 0, 50, 100 e 150 kg ha-1 de N, distribuídas em delineamento experimental de blocos casualizados com parcelas subdivididas. Após o 3º corte (2008), será aplicado dose única de 100 kg ha-1 de N, visando avaliar o efeito acumulativo no 4º corte (2009) das adubações anteriores.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.