Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação histológica e imuno-histoquímica do subcutâneo e alvéolo dentário com implantes de cimentos endodônticos

Processo: 08/07455-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Paulo Sergio Cerri
Beneficiário:Naiana Viana Viola
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Imuno-histoquímica   Endodontia   Cimentos endodônticos   Teste de biocompatibilidade

Resumo

Novos materiais retrobturadores são propostos, destacando-se mineral trióxido agregado (MTA) e seus derivados. Atualmente modificações têm sido propostas ao MTA para a obtenção de um material obturador de canal radicular. Um novo material experimental à base de MTA é proposto neste estudo. O objetivo deste estudo será avaliar o comportamento biológico e a possível formação de tecido mineralizado frente a cimentos endodônticos utilizados em obturações retrógradas e do MTA experimental, após implantes de tubos de polietileno em tecido subcutâneo e alvéolo de rato. Serão utilizados 80 ratos machos, Rattus Norvergicus Holtzman, os quais serão divididos em 4 grupos: 1-Cimento Portland; 2-MTA(Angelus); 3-MTA experimental e 4-Controle (tubos vazios), cada animal receberá 2 implantes, 01 no subcutâneo e 01 no alvéolo do incisivo superior, com o mesmo material. Após a anestesia e assepsia, será implantado um tubo de polietileno, devidamente preenchido com o respectivo material, no dorso do animal e no alvéolo após a extração do incisivo superior direito. Decorrido os períodos de 7, 15, 30 e 60 dias os animais serão sacrificados, os implantes juntamente com os tecidos adjacentes removidos e processados para inclusão em parafina. Os cortes obtidos dos implantes no subcutâneo e no alvéolo dentário corados com H&E serão utilizados para análise morfológica e quantificação do número de células inflamatórias; cortes também serão submetidos a imuno-histoquímica para a possível detecção de proteínas não colágenas - osteoclacina e osteopontina - presentes durante a formação dos tecidos mineralizados. Alguns cortes de implantes no subcutâneo também serão submetidos ao método de Von Kossa para identificação de nódulos de calcificação.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VIOLA, NAIANA VIANA; GUERREIRO-TANOMARU, JULIANE MARIA; DA SILVA, GUILHERME FERREIRA; SASSO-CERRI, ESTELA; TANOMARU-FILHO, MARIO; CERRI, PAULO SERGIO. Biocompatibility of an experimental MTA sealer implanted in the rat subcutaneous: Quantitative and immunohistochemical evaluation. JOURNAL OF BIOMEDICAL MATERIALS RESEARCH PART B-APPLIED BIOMATERIALS, v. 100B, n. 7, p. 1773-1781, OCT 2012. Citações Web of Science: 21.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
VIOLA, Naiana Viana. Avaliação histológica e imuno-histoquímica do subcutâneo e do alvéolo dentário de ratos com implantes de cimento Portland, MTA e MTA experimental. 2010. 134 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Odontologia (Campus de Araraquara). Araraquara.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.