Busca avançada
Ano de início
Entree

Micropropagação e caracterização de três espécies de Vrieseas e de seus potenciais híbridos interespecíficos

Processo: 08/07665-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Adriana Pinheiro Martinelli
Beneficiário:Talitha Joana Kievitsbosch
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Aclimatação   Micropropagação vegetal

Resumo

As bromélias são espécies endêmicas das Américas, sendo que a maior diversidade é encontrada no Brasil. Muitas de suas espécies são de grande importância ambiental, além de apresentarem potencial ornamental. Estudos visando a obtenção de híbridos de interesse comercial, sua caracterização e propagação massal são raros, porém apresentam grande potencial pela grande diversidade de espécies e condições adequadas para seu cultivo e comercialização no mercado nacional e externo. O presente projeto vem complementar atividades em desenvolvimento no Laboratório de Biotecnologia Vegetal, que tem como objetivo principal a produção de híbridos interespecífico, intergenéricos e a geração de variabilidade genética através do uso de irradiação gama, bem como a multiplicação e análise das plantas provenientes destas atividades. No presente projeto enfocam-se estudos com espécies do gênero Vriesea, visando a avaliação de híbridos interespecíficos entre espécies endêmicas do Brasil, bem como a adequação de condições para a micropropagação e aclimatação das espécies matrizes e de seus híbridos e estudos de germinação e desenvolvimento do seedling em três espécies de Vriesea. Para o desenvolvimento do projeto, inicialmente serão obtidas sementes de cruzamentos realizados entre as espécies Vriesea simplex x Vriesea carinata e Vriesea simplex x Vriesea paraibica, germinação destas em meio de cultura e desenvolvimento das plantas obtidas para avaliação de suas características ornamentais em casa-de-vegetação. Estudos sobre a germinação e o desenvolvimento inicial dos seedlings das três espécies em estudo serão também realizados através de avaliações morfo-anatômicas do desenvolvimento, utilizando microscopia ótica e eletrônica. Finalmente, explantes compostos de ápices vegetativos das três espécies serão introduzidos in vitro, visando a realização de experimentos enfocando a adequação de meios de cultura para a micropropagação destas espécies, bem como a aclimatação das plantas utilizando-se diferentes substratos. Os estudos para a adequação de meio de cultura para a micropropagação seguirão outros realizados com sucesso para outras espécies de Vriesea em nosso laboratório, tomando como base os resultados obtidos para V. hieroglyphica. O projeto contará com a colaboração de empresa de produção de mudas de espécies ornamentais de Holambra, que disponibilizará condições para o crescimento de plantas em larga escala.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
KIEVITSBOSCH, Talitha Joana. Cultivo in vitro e desenvolvimento pós-seminal de espécies de Bromeliaceae com potencial ornamental. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Centro de Energia Nuclear na Agricultura Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.