Busca avançada
Ano de início
Entree

Memória das Ilusões: um estudo de Ressurreição, primeiro romance de Machado de Assis

Processo: 08/07771-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Hélio de Seixas Guimarães
Beneficiário:Amanda Rios Herane
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Narrador   Machado de Assis   Realismo

Resumo

A pesquisa aqui sugerida propõe uma análise do primeiro romance de Machado de Assis, Ressurreição (1872), sob a perspectiva da representação de seus personagens, em especial do protagonista Félix, pelo narrador. De acordo com esse mesmo narrador, que aparenta se colocar em posição de onisciência, é o "caráter desconfiado" de Félix que o faz ter ciúme da viúva Lívia, recusando-se a se casar com ela e, assim, vedando a si mesmo a possibilidade de ser feliz. No entanto, a narrativa apresenta brechas a partir das quais essa idéia pode ser posta em xeque - pois é possível encontrar motivos concretos para as dúvidas de Félix -, levantando suspeitas sobre a onisciência do narrador, da qual também por outras razões o leitor pode desconfiar.Essa desconfiança sobre o narrador de Ressurreição representa uma diferença deste projeto em relação às críticas existentes a respeito do romance, que de certo modo aderem ao argumento do narrador. A pesquisa parte da hipótese de que as ambigüidades da condição do narrador, ainda não devidamente ressaltadas pela crítica, geram leituras do romance marcadas por dissonâncias. A crítica do século XIX relacionou o desconcerto causado pela obra a falhas de execução da narrativa. No século XX, o livro foi visto como dissonante em relação às obras machadianas produzidas a partir de Memórias Póstumas de Brás Cubas, consideradas como pertencentes à "segunda fase" do autor. Assim sendo, esta pesquisa abordará ainda as recepções críticas de Ressurreição a fim de identificar de que maneira formularam o descompasso causado pela obra, que atribuímos aqui também a fatores vinculados ao narrador.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
HERANE, Amanda Rios. Memória das Ilusões: um estudo de Ressureição, primeiro romance de Machado de Assis. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.