Busca avançada
Ano de início
Entree

Existe influência de borda no cerrado? Estudo sobre influência de borda sobre variáveis abióticas e distribuição de gramíneas exóticas em fragmentos de cerrado inseridos em diferentes matrizes.

Processo: 08/07772-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Dalva Maria da Silva Matos
Beneficiário:Pavel Dodonov
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Cerrado   Conservação   Fragmentação

Resumo

O Cerrado é o segundo maior domínio do Brasil e um dois 25 hotspots mundiais. Apresenta fisionomia predominantemente savânica, e encontra-se altamente fragmentado, especialmente no estado de São Paulo. A fragmentação de um ecossistema é a transformação de uma paisagem única em manchas disjuntas, circundadas por uma matriz. Entre outras conseqüências, a fragmentação resulta no aumento da influência de borda - modificação das características da borda em relação ao interior dos fragmentos. Ela pode se dar a nível de fatores abióticos, processos biológicos, estrutura da comunidade e/ou composição de espécies; um dos principais efeitos é o aumento na quantidade de espécies exóticas em detrimento das nativas. A influência de borda depende do tipo de matriz em que o fragmento está inserido, e é caracterizada principalmente pela sua magnitude e distância. Estudos de influência de borda têm se concentrado em áreas de mata, poucos ou nenhum tratando sobre o cerrado. No entanto, o entendimento da influência de borda é essencial para a conservação mais eficiente de um ecossistema. Sendo assim, visamos determinar neste trabalho a influência de borda de diferentes matrizes (eucaliptal, canavial, pasto, estrada) sobre fragmentos de cerrado. Mediremos variáveis abióticas (luz, vento, temperatura, umidade), produção de serapilheira, cobertura de copa e quantidade de gramíneas exóticas e nativas em transeccões de 120 m, a partir da borda em direção ao interior do fragmento. Analizaremos a significância da influência de borda sobre médias e variâncias, e calcularemos a sua distância e magnitude. Com isso, esperamos verificar se há influência de borda no cerrado e como ela se manifesta.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DODONOV, PAVEL; BRAGA, ANDREZA L.; HARPER, KAREN A.; MATOS, DALVA M. SILVA. Edge influence on plant litter biomass in forest and savanna in the Brazilian cerrado. AUSTRAL ECOLOGY, v. 42, n. 2, p. 187-197, APR 2017. Citações Web of Science: 3.
DODONOV, PAVEL; HARPER, KAREN A.; SILVA-MATOS, DALVA M. The role of edge contrast and forest structure in edge influence: vegetation and microclimate at edges in the Brazilian cerrado. PLANT ECOLOGY, v. 214, n. 11, p. 1345-1359, NOV 2013. Citações Web of Science: 26.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.