Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise proteômica diferencial da fração proteica periplasmática de Xanthomonas axonopodis: proteínas relacionadas com a indução da patogenicidade in vitro

Processo: 08/08065-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Pesquisador responsável:Maria Teresa Marques Novo Mansur
Beneficiário:Juliana Artier
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/50910-2 - Análise proteômica diferencial em Xanthomonas axonopodis: proteínas e genes de interesse biotecnológico, AP.JP
Assunto(s):Cancro (doença de planta)   Proteômica   Xanthomonas   Periplasma

Resumo

O cancro cítrico é uma doença economicamente importante para a citricultura, não existindo atualmente medidas preventivas e curativas eficazes para combatê-la. O agente etiológico é a bactéria pertencente ao gênero Xanthomonas, espécie axonopodis (Xa). A extração de proteínas periplasmáticas de Xa está sendo padronizada, na presença de diferentes inibidores de proteases, pela análise do extrato por eletroforese em gel de poliacrilamida contendo dodecil sulfato de sódio (SDS-PAGE). A análise proteômica diferencial será realizada com o patovar citri (Xac-A), a estirpe virulenta com maior espectro de hospedeiros, para comparação dos perfis de proteínas periplasmáticas de células crescidas em meio indutor e em meio não indutor de patogenicidade. Após a extração das proteínas (células ao final da fase exponencial de crescimento), a separação das mesmas será realizada utilizando-se eletroforese bidimensional (2D-PAGE). A comparação dos géis de 2D-PAGE será realizada utilizando-se o software Image Platinum (GE Healthcare) e proteínas com expressão diferencial significativa (P < 0,05) serão identificadas por espectrometria de massas. Os resultados serão comparados com seqüências presentes em bancos de dados. Dentre as proteínas diferenciais de interesse, a que for suficientemente abundante será isolada do gel para produção de anticorpos, os quais serão utilizados em Western blot para pesquisa da sua expressão em linhagens de Xa que diferem na virulência e hospedeiro. A presente proposta visa iniciar um trabalho que possa contribuir para o conhecimento de proteínas de periplasma envolvidas com a especificidade de hospedeiros e fitopatogenicidade de Xa, o que poderá abrir um leque de perspectivas para futuras investigações e possíveis aplicações, desde métodos diagnósticos até um possível combate ao cancro cítrico.