Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de plântulas de soja em função da dessecação das plantas e do tratamento das sementes

Processo: 08/08672-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Cláudio Cavariani
Beneficiário:Mariana Zampar Toledo
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Qualidade fisiológica de sementes   Tecnologia de sementes   Produção de sementes
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Dessecação pré-colheita | Fitotoxidez de plântulas de soja | Produção de sementes | Qualidade Fisiológica | Tecnologia de sementes | Tratamento químico de sementes | Produção e Tecnologia de Sementes

Resumo

Problemas de fitotoxidez às plântulas, causados pelo tratamento de sementes com produtos químicos ou pela presença de resíduos decorrentes da dessecação em pré-colheita com glyphosate, têm sido relatados em soja, influenciadas pelo vigor das sementes e sensibilidade da cultivar. Neste contexto, a presente pesquisa tem como objetivo avaliar o desenvolvimento de plântulas de soja em função da dessecação em pré-colheita das plantas, do tratamento químico e do vigor das sementes. Na primeira, serão definidos os produtos químicos potencialmente causadores de fitotoxidez em plântulas de soja quando aplicados às sementes das cultivares Embrapa 48, BRS 258 e Conquista. O material será caracterizado quanto aos atributos físicos, químicos e fisiológicos, após o tratamento e sem produto algum, consistindo na testemunha; também será avaliada a suscetibilidade do material ao herbicida glyphosate em laboratório. Na etapa de campo, os tratamentos constarão da produção de sementes das cultivares selecionadas previamente, de diferentes níveis de vigor com ausência e presença de dessecação em pré-colheita com glyphosate para posterior tratamento e análise em laboratório. Por fim, as plântulas de soja serão avaliadas através análise de imagens. O delineamento estatístico será o inteiramente casualizado em laboratório e o de parcelas subdivididas no campo. Para as análises iniciais, as médias serão comparadas pelo teste de Tukey (pd0,05). Adicionalmente, os dados obtidos com sementes após os tratamentos de campo serão avaliados em esquema fatorial 2 x 6 (presença e ausência de dessecação em pré-colheita x nível de vigor). Os dados das avaliações também serão comparados pelo teste de correlação linear simples.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
TOLEDO, Mariana Zampar. Desenvolvimento de plântulas de soja em função da dessecação das plantas e do tratamento das sementes. 2011. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Ciências Agronômicas. Botucatu Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.