Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização estrutural das proteínas HIPTRX e ciclofilina e análise da interação entre a proteína PthA de Xanthomonas citri e uma cisteína protease de Citrus sinensis

Processo: 08/09514-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Celso Eduardo Benedetti
Beneficiário:Bruna Medéia de Campos
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Xanthomonas citri   Citrus sinensis   Ciclofilinas   Cisteína proteases   Tiorredoxinas   Efetores semelhantes a ativadores de transcrição   Técnicas do sistema de duplo-híbrido

Resumo

O cancro cítrico, causado pelo fitopatógeno Xanthomonas axonopodis pv. citri (Xac), constitui uma doença que afeta todos os cultivares comerciais de citros, e é considerado uma das maiores ameaças à Citricultura brasileira. O mecanismo pelo qual Xac causa cancro não é inteiramente conhecido, entretanto, sabe-se que a bactéria utiliza o sistema de secreção tipo III (T3S) para translocar proteínas de patogenicidade, entre elas, PthAs, pertencentes a família AvrBs3/PthA. PthA é suficiente para induzir hipertrofia e hiperplasia do tecido vegetal, e estudos recentes mostram que proteínas da família AvrBs3/PthA funcionam como fatores de transcrição no hospedeiro. Com o objetivo de entender melhor o mecanismo de ação de PthAs como ativadores da transcrição, nosso laboratório identificou, através da técnica de duplo-híbrido, várias proteínas de laranja (Citrus sinensis) que interagiram com diferentes PthAs. Entre elas, destacamos uma Cisteína Protease (CP), uma ciclofilina (CYP) e uma proteína com domínio tioredoxina (HIPTRX), possivelmente envolvidas com ativação e enovelamento de PthAs, respectivamente. Esse trabalho visa, portanto, elucidar a estrutura e função das proteínas CYP e HIPTRX, e caracterizar a interação entre PthA e CP de citros, envolvida na resposta de defesa da planta, e supostamente necessária para o processamento de PthA na célula hospedeira. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)