Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem de vias de sinalização em pesquisa sobre câncer

Processo: 08/10011-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2009
Vigência (Término): 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Eduardo Jordao Neves
Beneficiário:Michel Mozinho dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Matemática e Estatística (IME). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/03227-2 - Expressão gênica em tumores do estômago e do esôfago: da biologia ao diagnóstico, AP.TEM
Assunto(s):Biologia computacional   Modelos matemáticos   Transdução de sinais   Neoplasias

Resumo

Raramente uma função biológica pode ser atribuída a uma única molécula. Ao contrário entidades biomoleculares interagem no tempo e no espaço, em escalas que vão, respectivamente, de microsegundos a horas e de compartimentos celulares a organismos como um todo. Entender a dinâmica das redes de interação que guiam os fenômenos biológicos vem sendo considerado um desafio para a biologia deste século. A análise de modelos matemáticos de redes biomoleculares, por meio de ferramentas de sistemas dinâmicos, tem contribuído para o entendimento dos princípios básicos que orientam evolutivamente a organização dos circuitos biológicos. No entanto, a abordagem de modelagem atualmente predominante é sujeita muitas vezes a escolhas bastante arbitrárias e com pouco suporte experimental in vivo. Neste sentido, propõe-se o uso da modelagem pelo método, recentemente desenvolvido por nosso grupo, de perfil de densidade e o confronto dos modelos contra dados experimentais. Por exemplo, microarranjos de séries temporais podem capturar o comportamento dinâmico de milhares de genes ao mesmo tempo e os dados gerados podem ser comparados com predições de modelos dos processos biológicos. Microarranjos têm sido empregados na pesquisa do câncer, em particular pelo grupo de pesquisa no qual o presente projeto se insere. No câncer, ocorre a disfunção de diversas vias de sinalização que podem levar a problemas de múltiplas escalas: intracelular, microambiental e tecidual. Neste projeto, pretendemos colaborar para o entendimento de alguns desses processos biológicos relacionados ao câncer. (AU)