Busca avançada
Ano de início
Entree

Novos catalisadores heterogêneos contendo íons ferro suportados: síntese pelo método sol-gel não-hidrolítico, caracterização e aplicação em reações de oxidação de hidrocarbonetos e degradação de poluentes ambientais

Processo: 08/10102-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Katia Jorge Ciuffi Pires
Beneficiário:Gustavo Pimenta Ricci
Instituição-sede: Reitoria. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Catalisadores heterogêneos

Resumo

Nos últimos anos, graves problemas ambientais têm se intensificado em todo planeta, e esse quadro só poderá ser revertido pelo ser humano. No setor industrial, principal agressor do meio ambiente, a ciência catalítica é atualmente a alternativa mais conhecida na redução de impactos ambientais. Grande destaque deve ser dado ao processo sol-gel, empregado com eficiência na preparação de novos catalisadores. A rota não-hidrolítica (embora menos relatada na literatura que a rota convencional), têm sido amplamente empregada com sucesso por nosso grupo de pesquisa, especificamente na preparação de catalisadores.Nesse contexto, este projeto de pesquisa tem como objetivo geral a continuação dos trabalhos de iniciação científica e mestrado do candidato. Propõe-se, então, o desenvolvimento dos catalisadores heterogêneos já apresentados (aluminatos, aluminossilicatos e titanatos, ambos com íons FeIII suportados), além da preparação e estudo de novos materiais: ferro-aluminofosfatos. Quanto à rota sintética, pretende-se inovar a metodologia sol-gel não-hidrolítica, por meio da utilização de direcionadores de estrutura (surfactantes), que viabilizam a obtenção de materiais com maior área superficial e sítios ativos mais definidos, ou seja, catalisadores mais eficientes e, principalmente, mais seletivos. Os catalisadores serão aplicados em reações de oxidação de hidrocarbonetos (destacando-se a oxidação de carbonos terminais de n-alcanos) e degradação oxidativa de poluentes ambientais (como corantes e organoclorados), utilizando peróxido de hidrogênio como oxidante.