Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade genética para caracteres químicos, agronômicos e meoleculares em acessos de mandioca (Manihot esculenta Crantz) originados das regiões amazônica, centro-sul e nordeste

Processo: 09/00797-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Elizabeth Ann Veasey
Beneficiário:Thiago Fonseca Mezette
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Genética ecológica   Repetições de microssatélites   Diversidade genética   Mandioca   Amido   Manihot esculenta

Resumo

O objetivo desse trabalho é caracterizar a diversidade genética de 90 acessos de mandioca, dos Bancos de Germoplasma do IAC e da ESALQ, originados das regiões Amazônica, Centro-Sul e Nordeste, a partir de análises de caracteres agronômicos, químicos e da utilização de marcadores microssatélites. Será instalado um experimento com delineamento de blocos casualizados com três repetições sendo que cada parcela será composta por cinco plantas. As características agronômicas avaliadas serão produção de raízes, altura de planta, índice de colheita e número de raízes. O projeto pretende determinar o perfil de carotenóides dos acessos avaliados com a finalidade de se verificar o possível agrupamento dos genótipos de cada região, bem como caracterizar os acessos quanto ao teor de amido e a composição da fração amilose/amilopectina, além de caracterizar os genótipos quanto ao conteúdo de compostos cianogênicos e com isso fornecer informações de grande interesse para Programas de Melhoramento Genético de Mandioca. Os dados agronômicos e químicos serão analisados através de análise estatística univariada (teste F, teste de médias) e multivariada (análise de agrupamentos e de componentes principais) e para análise de agrupamento será utilizada a distância Euclidiana média e método aglomerativo UPGMA. Para as análises moleculares serão testados 18 locos de microssatélites e com isso pretende-se a partir dos genótipos individuais, estimar as freqüências alélicas e genotípicas, índices de diversidade genética como número de alelos por loco, porcentagem de locos polimórficos, heterozigosidade média observada e esperada, índice de fixação de Wright e índices de diversidade de Nei, verificando-se a distribuição da variabilidade entre e dentro de regiões geográficas. Será também realizada uma análise a partir de dados binários (presença/ausência de bandas), para a construção de um dendrograma por acessos ou variedades para a verificação de possíveis duplicatas e seu agrupamento em função de suas origens, usando o coeficiente de similaridade de Jaccard e o método UPGMA.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MEZETTE, Thiago Fonseca. Diversidade agronômica, bioquímica e molecular de acessos de mandioca (Manihot esculenta Crantz) coletados em diferentes regiões do Brasil. 2012. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.