Busca avançada
Ano de início
Entree

Diferenciação entre Doença de Alzheimer sintomática e assintomática por meio da técnica de tissue microarray em cérebros humanos postmortem

Processo: 09/01527-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2009
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Helena Paula Brentani
Beneficiário:Aderbal Ruy Teodoro da Silva
Instituição-sede: Hospital A C Camargo. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doença de Alzheimer   Neurociências   Envelhecimento

Resumo

A doença de Alzheimer (DA) é caracterizada por um declínio cognitivo progressivo associado ao acúmulo do peptídeo ²-amilóide (placas neuríticas), proteína tau hiperfosforilada (emaranhados neurofibrilares), degeneração sináptica e morte neuronal no hipocampo e regiões corticais. Evidências recentes têm apontado que a neurodegeneração está relacionada com a ativação do ciclo celular em neurônios pós-mitóticos e que células aneuplóides podem ser resultado do processo de reentrada do ciclo celular com subsequente replicação total ou parcial do DNA de neurônios, sendo que estas células estão potencialmente associadas com morte neuronal. Além disso, existem indivíduos com a mesma neuropatologia da DA, mas que não apresentam déficit cognitivo (DA assintimática), sendo estes indivíduos protegidos de alguma forma (reserva cognitiva). Diante disso, ainda não está claro como o sistema nervoso se comporta frente às mesmas agressões. Portanto, esse trabalho vem com o objetivo de diferenciar - utilizando as técnicas de tissue microarray e hibridização fluorescente in situ (FISH) - indivíduos com DA sintomática, DA assintomática e indivíduos normais em relação ao ciclo celular, plasticidade sináptica, morte celular e aneuploidia. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA, ADERBAL R. T.; FEIO SANTOS, ANA CECILIA; FARFEL, JOSE M.; GRINBERG, LEA T.; FERRETTI, RENATA E. L.; FROES MARQUES CAMPOS, ANTONIO HUGO JOSE; CUNHA, ISABELA WERNECK; BEGNAMI, MARIA DIRLEI; ROCHA, RAFAEL M.; CARRARO, DIRCE M.; DE BRAGANCA PEREIRA, CARLOS ALBERTO; JACOB-FILHO, WILSON; BRENTANI, HELENA. Repair of Oxidative DNA Damage, Cell-Cycle Regulation and Neuronal Death May Influence the Clinical Manifestation of Alzheimer's Disease. PLoS One, v. 9, n. 6 JUN 17 2014. Citações Web of Science: 32.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.