Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento do algodoeiro submetido a espaçamentos convencionais e ultra adensados, densidade de semeadura e regulador de crescimento em cultivo de safrinha.

Processo: 09/01565-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Enes Furlani Junior
Beneficiário:Janaina Fabris Marinho
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Algodão   Sistemas de produção   Safrinha   Densidade populacional

Resumo

A cultura do algodoeiro é de grande importância para a agricultora brasileira e também na balança comercial país, este trabalho tem o intuito avaliar os diferentes espaçamentos entre linha, densidade de plantas e manejo de regulador de crescimento e suas influencias no desenvolvimento das plantas, nas características agronômicas, tecnologia de fibra e produção do algodoeiro para cultivos de safrinha. O presente trabalho será desenvolvido na área experimental na Fazenda de Ensino e Pesquisa da Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira FEIS/UNESP, o local possui precipitação média anual é de 1370 mm, temperatura média anual é de 23,5°C, umidade relativa do ar média é de 70-80 % e o solo a ser cultivado é do tipo LATOSSOLO VERMELHO distrófico típico, textura argilosa. O delineamento experimental a ser empregado será de blocos casualizados, em esquema fatorial 4x4x3, com 48 tratamentos e quatro repetições, constituído por quatro espaçamentos: 0,38; 0,48; 0,76 e 0,96 m entre linhas; quatro densidade de plantio: 6 - 8 - 10 e 12 pls/m e regulador de crescimento: a) aplicação parcelada em quatro etapas; b) aplicação única aos 70 d.a.e.; e c) sem a aplicação do regulador. O manejo fitossanitário será efetuado através de capinas manuais para plantas daninhas e controle de pragas e doenças de maneira preventiva caso venham a ocorrer. Será realizada análise foliar, mediante coleta de 20 folhas da parcela experimental, aos 80 dias após emergência, após isso as folhas serão submetidas a análise química de determinação de nutrientes. As avaliações serão realizadas em dez plantas escolhidas ao acaso a cada 14 dias. As características a serem avaliadas são: altura de plantas, diâmetro do caule, número de nós do caule,distância entre os nós do caule, comprimento de ramos do quinto, sétimo, nono e décimo primeiro nó, número de botões florais, flores e de frutos dos ramos do quinto, sétimo, nono e décimo primeiro nó, número médio de ramos frutíferos, número médio de ramos vegetativos, número de capulhos por planta, produtividade, massa de 1 capulho, porcentagem de fibra, massa de 100 sementes, comprimento de fibra, uniformidade de comprimento, micronaire, maturidade tenacidade da fibra. Os dados obtidos no presente trabalho serão submetidos à análise de variância através do teste F e teste de comparação de médias através (Tukey) ao nível de significância de 1% e 5%. Será realizada a análise econômica dos dados, para determinarmos qual dos tratamentos se mostrará viável para a produção de algodão a campo, utilizando ou não espaçamentos reduzidos, onde será colocado como fatores para a avaliação o custo de produção (preparo de solo, adubação, controle de pragas, colheita etc), relacionados com a produção e o valor de mercado atual.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MARINHO, Janaina Fabris. Espaçamentos entrelinhas, densidades de semeadura e modos de aplicação de cloreto de mepiquat em algodoeiro cultivado na safrinha. 2011. 98 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Engenharia (Campus de Ilha Solteira). Ilha Solteira.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.