Busca avançada
Ano de início
Entree

Geração e análise da imunogenicidade de plasmídeos contendo epitopos CD8 sub-dominantes expressos em Trypanosoma cruzi

Processo: 09/02194-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Maurício Martins Rodrigues
Beneficiário:Mariana Ribeiro Dominguez
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Imunogenicidade   Plasmídeos   Epitopos   Epitopos imunodominantes   Vacinas de DNA   Trypanosoma cruzi

Resumo

A infecção pelo protozoário intracelular Trypanosoma cruzi atualmente atinge cerca de 15 milhões de pessoas nas Américas e o tratamento com terapias convencionais, apresenta baixa eficácia. Assim, há um grande interesse em que seja desenvolvida uma imunoterapia capaz de reduzir o grau de lesões no tecido miocárdico ou mesmo que possa impedir o surgimento delas. Baseado neste fato, diversos grupos de pesquisadores vêm trabalhando com imunizações genéticas utilizando plasmídeos ou vírus recombinantes contendo genes de T. cruzi. A vacinação genética induz resposta imune mediada por linfócitos T CD8+ capazes de eliminar os parasitas reduzindo a parasitemia, a mortalidade da fase aguda e, em alguns casos, a patologia em modelos experimentais murinos. Nos trabalhos feitos até agora pelo nosso grupo, foram usados genes que codificam antígenos contendo epítopos CD8 imunodominantes da cepa Y ou Tulahuén de T. cruzi. Os resultados foram conclusivos de que a indução de resposta imune contra epítopos imunodominantes pode ser uma estratégia viável para a indução de imunidade contra a infecção chagásica experimental. Entretanto, estes resultados não excluem a possibilidade que a indução de resposta imune contra epítopos subdominantes possa melhorar a resposta imune, tornado-a mais ampla e até mesmo mais efetiva. A recente caracterização de epítopos subdominantes reconhecidos por linfócitos T CD8+ em diversas linhagens de camundongos nos permite agora testar a hipótese de que a ampliação da resposta imune para epítopos subdominantes pode ajudar na eficácia de vacinações experimentais. Estes epítopos podem ser utilizados isoladamente ou em associação com epítopos imunodominantes, na mesma construção (plasmídeo) ou em construções distintas. Baseado nestas possibilidades serão os objetivos específicos deste projeto: A) gerar plasmídeos no qual a sequência que codifica o epítopo CD8 imundominante foi modificada de forma a não ser mais capaz de induzir resposta imune contra o epítopo natural; B) gerar plasmídeos no qual a sequência que codifica o epítopos CD8 imundominante será trocado por um epítopo sub-dominante; C) se necessário, gerar plasmídeos que contenham as sequencias que codificam epítopos imunodominantes e subdominantes dentro da mesma proteína; D) testar a imunogenicidade dos novos plasmídeos em modelos experimentais. A resposta imune será determinada pela ativação de linfócitos T CD8+ específicos e capacidade destes plasmídeos de induzir imunoproteção contra o desafio experimental. Este projeto é continuação do projeto de iniciação científica da estudante que é bolsista da FAPESP. As primeiras etapas do projeto, a geração dos plasmídeos, já foram executadas. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
DOMINGUEZ, Mariana Ribeiro. Importância da resposta aos epítopos subdominantes, da proliferação e da recirculação de linfócitos T CD8+ durante a vacinação experimental contra a infecção pelo Trypanosoma cruzi.. 2013. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.