Busca avançada
Ano de início
Entree

Produtos naturais bioativos de duas espécies de Streptomyces SP. associadas ao caranguejo do manguezal

Processo: 09/01963-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 30 de novembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Mônica Tallarico Pupo
Beneficiário:Noemi Jacques Vieira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Simbiose   Anti-infecciosos   Antineoplásicos   Produtos naturais   Bacillus

Resumo

Microrganismos são profícuos produtores de produtos naturais bioativos. Diversos fármacos inovativos e de extrema importância clínica são de origem microbiana, como antibióticos, antitumorais, imunossupressores e agentes hipolipêmicos. A maioria dos fármacos de origem microbiana é produzida por actinobactérias. Para se ampliar as chances de sucesso na identificação de novos produtos naturais microbianos bioativos, sugere-se que microrganismos simbiontes sejam priorizados nos estudos. A estreita associação com macrorganismos, como plantas, insetos, crustáceos e organismos marinhos, pode induzir a produção de substâncias bioativas, que eventualmente conferem vantagens adaptativas e ecológicas ao macrorganismo hospedeiro. Neste sentido, o presente projeto visa o estudo químico de quatro microrganismos (duas actinobactérias e duas bactérias do gênero Bacillus) isolados da casca do caranguejo do maguezal, Ulcides cordatus, coletado em Cananéia, SP. Os microrganismos já foram isolados e estão em fase de identificação na Embrapa-Jaguariúna. Em experimentos preliminares os microrganismos apresentaram atividade antagônica frente ao fungo patogênico Aspergillus niger, confirmando o potencial para produção de substâncias bioativas. Neste projeto os microrganismos serão inicialmente cultivados em pequena escala e os extratos obtidos serão submetidos a ensaios antimicrobianos realizados por diferentes métodos (CIM e antagonismo em Placa de Petri) e ensaios citotóxicos frente a diferentes linhagens de células tumorais, além de avaliação do perfil químico em CLAE e RMN 1H. Os microrganismos mais promissores serão cultivados em escala ampliada para fracionamento dos extratos (através de métodos cromatográficos) e isolamento e identificação (métodos espectroscópicos) das substâncias. As substâncias isoladas em quantidades suficientes serão avaliadas nos ensaios biológicos.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
VIEIRA, Noemi Jacques. Influência das condições de cultivo de duas linhagens Streptomyces no perfil químico e atividade citotóxica. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.