Busca avançada
Ano de início
Entree

Incorporação de beta-caroteno em sistemas lipídicos sólidos micro e nanoparticulados: produção, estbilidade e caracterização microestrutural

Processo: 09/02028-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Samantha Cristina de Pinho
Beneficiário:Graziela Veiga de Lara Gomes
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Carotenoides   Microencapsulação

Resumo

A inovação na indústria de alimentos necessita urgentemente da mudança de foco da observação das propriedades macroscópicas para aquelas que surgem na meso e na nano escalas, com o subseqüente controle da microestrutura do alimento e da sua funcionalidade. Por este motivo, são cada vez mais imprescindíveis os estudos sobre as relações entre as estruturas nano e supramoleculares, bem como da funcionalidade nos níveis físico, nutricional e fisiológico - e os engenheiros de alimentos deverão, portanto, se engajar na nanociência e na nanotecnologia. Uma das áreas mais interessantes para que a nanotecnologia seja amplamente empregada é na microencapsulação de ingredientes alimentícios, cuja tecnologia carro-chefe ainda é a atomização ("spray drying"), devido ao seu baixo custo. No entanto, tal abordagem se mostra desgastada problemática no que diz respeito à incorporação de ingredientes hidrofóbicos. Desta forma, se faz necessário o desenvolvimento de novas tecnologias de micro e especialmente nanoencapsulação, visando à incorporação real da funcionalidade nas formulações alimentícias. Em outras palavras, estabelecer de fato tecnologias de micro e nanoencapsulação que permitam: (i) a incorporação de mecanismos de liberação controlada na formulação; (ii) aumento da bioacessibilidade e da biodisponibilidade aos ingredientes ditos funcionais, através do controle da microestrutura do alimento. Este projeto tenta contemplar estas duas necessidades, ao propor a encapsulação de carotenóides em nanopartículas lipídicas sólidas. Tal matriz de incorporação (lipídica) é proposta devido ao prévio conhecimento de que substâncias graxas são coadjuvantes essenciais para a efetiva absorção destes pigmentos naturais no intestino. Além disso, o desenvolvimento de tecnologias de incorporação de pigmentos naturais em partículas dispersíveis em formulações aquosas é uma necessidade premente da indústria alimentícia.Caso aprovado, o presente projeto será realizado em sua maior parte nas dependências do ZEA/FZEA/USP (Laboratório de Funcionalidade de Macromoléculas, recém-inaugurado e co-gerenciado pela docente requerente; Laboratório de Produtos Funcionais e Laboratório de Tecnologia de Alimentos) do mesmo departamento (já utilizados regularmente pela docente requerente). Análises serão realizadas também no Laboratório de Desenvolvimento de Processos Biotecnológicos (FEQ/Unicamp) e no Laboratório de Preparação e Caracterização de Materiais (DFA/IFGW/Unicamp), já parceiros da docente requerente.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOMES, GRAZIELA V. L.; SIMPLICIO, IZABELLA A. S.; SOUTO, ELIANA B.; CARDOSO, LISANDRO P.; PINHO, SAMANTHA C. Development of a Lipid Particle for beta-Carotene Encapsulation Using a Blend of Tristearin and Sunflower Oil: Choice of Lipid Matrix and Evaluation of Shelf Life of Dispersions. Food Technology and Biotechnology, v. 51, n. 3, p. 383-391, JUL-SEP 2013. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.